Decepção e "racha na família": os famosos que já brigaram por política

Famosos já discutiram política (Fotos: Thyago Andrade/Brazilnews e Rogério Fidalgo/Agnews)
Famosos já discutiram política (Fotos: Thyago Andrade/Brazilnews e Rogério Fidalgo/Agnews)

Diante da polarização política é difícil encontrar alguém que nunca tenha discutido sobre o assunto com alguém. O clima acirrado tem atingido até mesmo as famílias dos famosos. Brigas que um dia já ficaram no off passaram a movimentar as redes sociais com direito a análises e torcidas.

A treta mais recente envolve João Guilherme, filho do cantor Leonardo, que se incomodou ao ver o pai em um evento de apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) nesta segunda-feira (17). Em suas redes sociais, o jovem pediu desculpa pelo que considera uma "influência negativa" do sertanejo e disparou críticas ao atual governo.

A esposa de Leonardo saiu em defesa do marido e recebeu apoio de outros artistas do meio. Jéssica Costa, irmã de João Guilherme, defendeu o pai e pediu para as pessoas pararem de falar o que não sabem sobre a sua família. "Menos, bem menos. Se você não gostou, para de seguir", disse a influenciadora.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Relembre outros casos

Bruno Gagliasso

<p>Bruno Gagliasso e a esposa, Giovanna Ewbank, votaram juntos no Rio de Janeiro (Foto: Thyago Andrade/Brazil News)</p>
Bruno Gagliasso e a esposa, Giovanna Ewbank, votaram juntos no Rio de Janeiro (Foto: Thyago Andrade/Brazil News)

Bruno Gagliasso e o irmão, Thiago Gagliasso, já trocaram farpas nas redes sociais e não se falam mais atualmente. Em entrevista ao "Quem Pode, Pod", comandado por Giovanna Ewbank e Fernanda Paes Leme, o ator afirmou que as diferentes "visões de mundo" foram responsáveis pelo afastamento. Bruno apoia o candidato Lula (PT). Thiago, por sua vez, declarou voto em Bolsonaro (PL).

"A gente tem pensamentos políticos completamente diferentes. Hoje em dia não existe mais a política não estar ligada à moral. Hoje, pra mim, você apoiar esse b*sta é você não ter nenhum tipo de escrúpulo, é diferente. E por isso digo que não vejo, hoje, eu voltar a falar com meu irmão ou conviver. Prefiro ficar com esse sentimento dele com 7, 10, 15 anos de idade... Vai contra tudo o que eu prego, o que eu sou, o que quero pros meus filhos. Não tem como, é inviável, então não me culpo por isso. Eu não tenho culpa, eu tenho dor de não poder conviver com o filho dele, ter uma relação de respeito, de carinho", explicou

Giovanna Lancellotti

Giovanna Lancellotti e Enzo Celulari votaram juntos (Foto: Edson Aipim /AgNews)
Giovanna Lancellotti e Enzo Celulari votaram juntos (Foto: Edson Aipim /AgNews)

Giovanna Lancellotti votou em Lula (PT) no primeiro turno das eleições de 2022, mas não agradou a mãe e o namorado com a escolha. Após a artista declarar seu voto nas redes sociais, Giuliana Lancellotti e Gabriel David publicaram indiretas.

No Instagram, a mãe de Giovanna disparou: "Votar no Lula não te envergonha? Pois deveria". Já o namorado da atriz compartilhou a seguinte mensagem nos Stories: "É preciso amar as pessoas como se não houvesse eleições".

Tiago Abravanel

Foto: Lucas Ramos/Brazil News e Eduardo Martins/Agnews
Foto: Lucas Ramos/Brazil News e Eduardo Martins/Agnews

Tiago Abravanel não declarou voto abertamente, mas não deixa de levantar bandeiras que representam seu estilo de vida e são associadas a partidos específicos. O apresentador, que casou com Fernando Poli há alguns dias, já teve algumas tretas públicas com as tias, sobretudo Patrícia Abravanel, que defende o conservadorismo. No primeiro turno, Silvia Abravanel também apoiou a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. O clima entre o ex-BBB e os familiares está cada vez mais prejudicado.