Deborah Secco se revolta após confusão com Galvão e Melhem: "Mortos por dentro"

Bárbara Saryne
·1 minuto de leitura
Deborah lamentou a morte de Eduardo Galvão (Foto: Reprodução/Instagram/Globo)
Deborah lamentou a morte de Eduardo Galvão (Foto: Reprodução/Instagram/Globo)

Deborah Secco não gostou nada do comentário de uma seguidora que aproveitou sua publicação sobre a morte de Eduardo Galvão para citar o caso de assédio envolvendo Dani Calabresa e Marcius Melhem. No post, Deborah escreveu que está arrasada com o falecimento do amigo e a internauta rebateu: “Achei que fosse o Marcius Melhem”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Muitos falam sobre o caso de assédio em publicações de globais para criticar o silêncio dos atores nos últimos anos. Apesar de muita gente ter apoiado Calabresa, há também quem defenda Melhem e veja o “cancelamento” como algo injusto.

Deborah Secco achou um absurdo ter um post sobre luto usado para iniciar uma discussão sobre o assunto. “Vocês são nojentos. São incapazes de se solidarizar com vítimas de violência, com mortes de pessoas queridas. Vocês são mortos por dentro. Estou aqui sentindo a dor da perda de um amigo”, escreveu.

Leia também:

A atriz foi alertada por um fã sobre a possibilidade de um robô ter sido responsável pela mensagem, mas a artista não retirou o que disse. “Enquanto tiver alguém que programa esse tipo de comportamento nos chamados robôs” a gente sabe bem que existem os nojentos mortos por dentro”, completou.

Eduardo Galvão morreu na noite desta segunda-feira (7), aos 58 anos, vítima de Covid-19. Ele estava internado há 11 dias na UTI do Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca. A informação foi divulgada pelos próprios amigos do artista, que lamentaram a perda nas redes sociais.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube