Deborah Secco fica constrangida ao ser questionada sobre ficar com homens casados

Deborah Secco foi colocada em uma situação constrangedora durante entrevista recente para o "PocCast". A atriz ficou surpresa ao ser questionada por Rafa Uccman e Lucas Guedez sobre ter "fetiche" em ficar com homens casados, e ficou sem reação com as perguntas dos anfitriões.

"Você tinha muito essa fama de pegar vários. Naquela época, você sofria muito hate por pegar homem casado? Porque você curtia, né, era tipo um fetiche? Ou você não sabia que era casado", questionou Lucas. "Eu não curtia não. Eu sabia que a pessoa tinha um relacionamento, perguntava, e ele sempre dizia que não estava bem, que ia terminar", rebateu Deborah.

Em seguida, a atriz explicou que nunca ficou com pessoas casadas por fetiche. "Não era uma coisa que eu curtia, eu sempre sofri. Porque sempre soube que não era prazeroso. Hoje eu jamais sairia com qualquer pessoa comprometida. Entendi a importância da gente olhar para outra mulher".

Casamento feliz

Deborah Secco cresceu aos olhos do público, que acompanhou não apenas seu amadurecimento nos muitos trabalhos que fez na TV, como sua atribulada e agitada vida amorosa. Aos 42 anos, a menina carente ficou para trás. O furacão Deborah também. Hoje, ela vive na realidade o que sonhou uma vida inteira: ter uma família, ser mãe e, sobretudo, amada.

Por conta de tudo o que viveu no que tange às paixões, a atriz quer poupar a filha Maria Flor de passar pelo mesmo. "Não quero contar a ela histórias de contos de fadas e príncipes encantados. Sempre achei que precisava de um príncipe, que o final feliz sempre precisava ter um homem", compara ela em entrevista ao jornalista Leo Dias, do "Metrópoles".

Vivendo seu próprio sonho de princesa desde que conheceu Hugo Moura há sete anos, Deborah está cada dia mais realista sobre o que é o amor. Coisa que não entendia em outras relações. "Eu fazia de tudo para salvar as relações, para que não acabassem. Para um, dei um sítio. Para outro, um estúdio...", revela ela, que também viveu um relacionamento tórrido com uma famosa: "Fui apaixonada por ela. Para mim, era namoro".

Deborah aprendeu muito cedo que deveria colocar paixão nas coisas. Muitas vezes isso se tornou uma obsessão. O tempo foi gasto com os muitos amores que teve, entre eles Roger Flores, com quem foi casada, Rogerio Gomes, o primeiro marido, Mauricio Mattar, Dado Dolabella e o cantor Falcão, entre outros.

A atriz confessa também que teve sua fase "danadinha" e por isso chegou a perder algumas amigas: "Nunca fiz mal a ninguém. Eu só era o quê? Piranha! Ser piranha hoje tá na moda. Nunca fiz por dinheiro. Eu gosto de transar, de ter orgasmos... Era uma feminista antes do feminismo virar moda", avalia Deborah: "Tenho inimizades porque na época ou peguei o namorado ou peguei o marido de alguém... Mas hoje peço desculpas. Não sou mais assim". A entrevista vai ao ar nesta quarta-feira, 18, no YouTube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos