O que deve ser considerado no debate sobre vacinação

Fernando Rocha
·1 minuto de leitura

O ‘É Normal?’ desta semana recebe a médica de família Júlia Rocha, que fala sobre a importância do respeito à ciência e à saúde pública em relação às recentes polêmicas sobre a obrigatoriedade da futura vacina para a Covid-19.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

“Vivemos em um tempo que questionamos o que não precisa ser questionado e não questionamos o que deveríamos”, começa a especialista. “Duvidar, questionar, colocar em cheque é interessante quando a gente, a partir deste questionamento, vai buscar estudar e aprender mais, vai buscar entender melhor o mecanismo das coisas”, diz.

Veja também

“Estamos falando de ciência e precisamos de um parâmetro que nos abrace neste momento. E o parâmetro científico já se mostrou eficiente em tantos momentos históricos, e agora não seria diferente”, opina ela. E diz que é necessário pensar em quais são os prejuízos de recusar a ajuda da ciência.

E continua: “Estamos falando de uma doença altamente contagiosa, a transmissividade desse vírus é uma coisa que nos assusta como profissionais da saúde, então estamos dizendo que a proteção de um indivíduo é a proteção de todos à sua volta”, explica. Confira no vídeo acima.