De cropped, Vitão abre o jogo sobre sexualidade e descobertas de 2022

Vitão prestigiou o Men Of The Year 2022 (foto: André Horta / BrazilNews)
Vitão prestigiou o Men Of The Year 2022 (foto: André Horta / BrazilNews)

Resumo da Notícia:

  • Vitão fez um balanço do ano de 2022

  • Cantor redescobriu sua sexualidade durante o ano e rejeita uma sigla

  • Artista está aberto a novas experiências com pessoas distintas

Vitão pode celebrar o fato de terminar 2022 bem mais maduro que no começo do ano. Em conversa com o Yahoo, o cantor e produtor refletiu sobre o que conquistou ao longo dos últimos meses e como cresceu musical e pessoalmente.

O artista destacou que participar do “Dança dos Famosos”, do “Domingão com Huck”, no início do ano o fez experimentar novos ritmos e expandiu seu repertório. Tendo a música como norte na vida, Vitão se jogou. “Desbravei lugares diferentes musicalmente e, naturalmente, como ser humano, também vou desbravar universos diferentes”, ressaltou.

Se descobrindo, ou redescobrindo sexualmente, o jovem de 23 anos busca não se limitar a uma das diversas siglas que abarcam múltiplos desejos sexuais. Ou seja, nada de rótulos. “Com quem a gente transa, se relaciona ou se sente atraído não deveria ser tão importante como é. Não gosto de me definir em uma sigla. Sou tudo”, avaliou.

Para o artista, sexualidade vai além do desejo e ainda é muito boicotada por conta de “dogmas sociais”. “Muita coisa da nossa mente fechada é por isso. Dentro da nossa natureza, gostamos de nos relacionar, de nos beijar, nos tocar e estar com pessoas que nos sentimos bem”, explicou.

Publicamente solteiro desde o fim de seu relacionamento com Luísa Sonza, em 2021, ele não pretende manter um relacionamento fixo neste momento da vida. “Essa liberdade de estar com quem você quer é a melhor parte para mim porque isso me ajuda a me reencontrar com o meu ser interior. A me conectar comigo. Estar sozinho comigo mesmo é muito saudável”, concluiu.