De cara limpa: entenda o movimento skin positivity

Arte: Flávia Akemi

Por Flávia Akemi (@aqueleglow) 

Que atire a primeira pedra quem nunca teve aquela espinha enorme que te deixou até meio chateado(a), né? Para muitas pessoas, ter acne ainda é motivo de dor e constrangimento, infelizmente. E se você pensa que isso é coisa de adolescente, engana-se! Segundo o jornal “The Guardian”, 25% das mulheres acima de 30 anos sofrem com problemas de pele. 

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Em tempos de rotina coreana e mil produtos de skincare, a existência de uma pele com manchas, espinhas e cicatrizes pode ser motivo de autoestima baixa e abalada. Com um feed de Instagram cheio de fotos com filtros e Facetune, até parece que todo mundo tem a tal “pele perfeita”.

Arte: Flávia Akemi

Remando contra esse padrão inatingível que vemos nas redes sociais, o movimento da skin positivity (ou positividade de pele) surge e ganha força na internet! 

Leia também

Com o mesmo propósito que o body positive, que promove a aceitação de corpos fora dos padrões, o skin positivity aparece como incentivo para mostrar a pele sem retoques. No Instagram, as hashtags #skinpositity e #acnepositivity somam mais de 80 mil publicações - e a tendência é crescer ainda mais! O perfil @freethepimple_, por exemplo, faz trocadilho com o famoso #freethenipple e compartilha dicas, frases empoderadoras e outros @'s que também postam foto de cara lavada. . 

Arte: Flávia Akemi

O fotógrafo Peter Devito, um dos precursores do movimento, criou uma série de fotos que celebra a pele ao natural! Pessoas com vitiligo, sardas, acne e marcas de nascença posaram para as lentes do artista com frases de aceitação coladas no rosto. Devito disse em entrevista à "Elle" americana que usou a própria experiência como inspiração para o trabalho, já que durante determinado tempo de sua vida, não conseguia postar uma foto de si mesmo sem aplicar algum filtro. 

Arte: Flávia Akemi

As celebridades também entraram na onda: Kendall Jenner apareceu no tapete vermelho do Globo de Ouro em 2018 com a pele visivelmente marcada por espinhas e disse em entrevista: “Nunca deixe isso parar você”. A atriz Lili Reinhart's, de Riverdale, compartilhou nas redes sociais sua luta contra a acne cística desde a adolescência e até Justin Bieber já postou inúmeras selfies com espinhas aparentes. 

Arte: Flávia Akemi

Outro exemplo bacana é a Starface: a marca criou um adesivo secativo em forma de... estrelas! Os patches super fofos aceleram a cicatrização e a recuperação da pele. Além disso, o produto é vegano, cruelty e oil free.

Arte: Flávia Akemi

Vale lembrar que o #skinpositivity não quer dizer a renúncia dos cuidados faciais mas sim, ressignificar a relação com a perfeição da pele e normalizar a acne, rosácea, manchas e etc. E aí, o que você achou do #skin positivity? Conta pra gente nos comentários!