Dayane Mello sobrevive ao nono paredão no Big Brother italiano após apoio de brasileiros

·1 minuto de leitura
A modelo catarinense foi salva pelo público pela nona vez no 'Gran Fratello VIP' (Foto: Reprodução/Instagram @dayanemelloreal)
A modelo catarinense foi salva pelo público pela nona vez no 'Gran Fratello VIP' (Foto: Reprodução/Instagram @dayanemelloreal)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nesta segunda-feira (11), a catarinense Dayane Mello, 31, sobreviveu a mais um paredão no Gran Fratello VIP, versão italiana com famosos do Big Brother. Ela já foi salva pelo público em outras oito ocasiões.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

A modelo tem feito sucesso por lá e se tornou uma das favoritas ao prêmio da temporada. Ela recebeu o apoio da torcida brasileira, que organizou mutirões para votar pela permanência dela -o que tem irritado parte do público italiano.

Leia também

Ela estava indicada com outros oito participantes, em um paredão com dinâmica diferente da habitual. Confinada há cerca de quatro meses, ela foi a segunda a saber que estava com a permanência assegurada no programa.

Dayane ficou conhecida na Itália ao participar de alguns reality shows, como o Ilha dos Famosos. Ela já esteve inclusive na versão local do Dança dos Famosos.

Aqui, ela ficou mais conhecida por ter chamado a atenção no tapete vermelho do Festival de Roma com um vestido revelador e por ter "ficado" com o empresário Rico Mansur, 46, enquanto ainda era oficialmente namorada do tenista chileno Nicolás Massú, 41.

A modelo tem sido acusada pelos demais concorrentes de ser manipuladora, além de ter feito comentários considerados gordofóbicos. Por outro lado, já sofreu com comentários xenofóbicos e machistas no programa e nas redes sociais.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Veja mais: Bianca Rinaldi fala de falta de representatividade entre “paquitas” da Xuxa