Dave Matthews Band agrada mesmo com acústica ruim no local

THALES DE MENEZES
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP 26.09.2019: DAVE MATTHEWS BAND-SP - A Dave Matthews Band, se apresenta no Ginásio Ibirapuera, zona sul da capital paulista. O show faz parte do festival Itaipava de Som a Sol. No domingo, dia 29, a banda se apresenta no Rock in Rio. (Foto: Ale Frata/Código19/Folhapress)

FOLHAPRESS - A banda americana Dave Matthews Band se apresenta no palco principal do Rock in Rio neste domingo (29), mas antes fez uma escala em São Paulo para tocar diante de uma plateia madura que sabia de cor todas as músicas  do repertório.

Na noite de sexta (27), a multidão que lotava o Ginásio do Ibirapuera parecia não se importar muito com o som de qualidade ruim que a arena de esportes reserva para shows de música. O importante era ver Dave Matthews Band de perto, e o jeito o como palco foi colocado no ginásio deixou realmente a plateia bem próxima do ídolo.

E Dave Matthews é um ídolo muito pé no chão. A banda entra no palco devagar, se posicionando junto aos instrumentos, e ele caminha meio cabisbaixo até o microfone. Como sempre, sem nenhuma roupa muito especial para a performance, sem muitas luzes, enfim, direto ao ponto.

O ponto, no caso é um som que mistura jazz, rock e world music, executada com músicos muito tarimbados e que parecem gostar muito do que estão fazendo. Dave Matthews balanceou o repertório com músicas de quase toda a carreira, e ofereceu a seus seguidores versões muito fartas, longas, com espaço para solos de seus instrumentistas e muita pegada dançante. Pena que a pista estava tão lotada que muita gente não conseguia dançar, os fãs estavam realmente apertados uns contra os outros, mas com certeza felizes, porque urravam com os acordes iniciais de cada canção.

Dave Matthews não é brilhante cantando, mas é afinado suficiente para desfilar suas letras, que não dizem muita coisa. Na verdade, o grande trunfo da banda é o instrumental, que nessa nova visita ao Brasil veio bem carregado de latinidade. Algumas canções começavam lentas, cadenciadas, mas logo caíam num furacão de dança. 

O repertório privilegiou hits, como "So Much to Say" e You and Me", mas nem precisava. Os fãs na plateia eram daqueles que conhecem cada faixa dos álbuns do ídolo. E é impressionante como a banda retribui esse carinho com muita empolgação. Parece que cada música é a definitiva da apresentação, aquela que todo mundo vai sair comentando depois, aquela apoteose para encerrar um show. Mas isso a banda oferece desde a primeira música tocada.

A intensidade é tremenda, Dave Matthews se apresenta como se cada noite fosse a última de sua carreira. O público, extasiado e suado mesmo numa noite fria, saiu agradecendo bastante.


DAVE MATTHEWS BAND EM SÃO PAULO

Onde: Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo

Avaliação: ótimo