Dani Calabresa lança programa próprio após polêmica com Marcius Melhem: "Libertação"

VITOR MORENO
·5 minuto de leitura
A humorista estreia 'Dani-se', no GNT, nesta sexta-feira (5) (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)
A humorista estreia 'Dani-se', no GNT, nesta sexta-feira (5) (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nos últimos meses, Dani Calabresa, 39, frequentou bastante o noticiário, mas pouco falou. O nome dela foi envolvido em um escândalo de assédio sexual com o do ex-diretor da Globo Marcius Melhem, 49, de quem teria sido vítima. Com poucas manifestações públicas sobre o assunto e alheia à polêmica, a humorista estreia nesta sexta-feira (5) o programa Dani-se no canal pago GNT.

Oficialmente de férias -ela inclusive foi pedida em casamento pelo publicitário Richard Neuman em frente ao castelo da Cinderela, na Disney-, ela não deu entrevistas fora do próprio canal para divulgar o novo projeto. Porém, contou o que significa o título do programa para ela. "Dar um 'dani-se' é uma libertação", afirmou por escrito, em material cedido pelo GNT. "É trazer leveza para tantas coisas que pesam e nos aprisionam."

Leia também

"O amor e o humor salvam", avaliou. "A gente recebe dois convidados para bater um papo descontraído, com reflexões e histórias engraçadas, fazemos esquetes, improvisos, imitações e damos um 'Dani-se' para tudo que nos pressiona."

O programa alterna diversas facetas da comediante: da improvisação à imitação, passando pela porção entrevistadora. Tudo começa com uma apresentação do tipo stand-up (ou seja, de cara limpa) em que ela e o parceiro Pedroca Monteiro, 39, fazem reflexões bem-humoradas sobre algum tema.

Na sequência, eles recebem dois convidados por semana para um bate-papo informal. Já gravaram participações de Fábio Porchat, Ingrid Guimarães, Luis Lobianco, Thati Lopes, Eduardo Sterblitch, Nicole Bahls, entre outros.

Essas conversas, por sua vez, dão gancho para que sejam apresentadas esquetes, imitações ou desafios que ilustrem o tema. Além de aparecerem no palco dando vida aos personagens, a dupla de apresentadores também é vista se preparando para as cenas, em um camarim cenográfico.

"Este é um programa híbrido, é de entretenimento e de humor", avalia a diretora artística Lilian Amarante. "Acho que as pessoas vão assistir a uma atração que propõe uma construção um pouco diferente e isso pode surpreender."

"Cada episódio é um encontro criativo para atender ao que a Dani sempre quis: um programa no qual ela pudesse brincar com as pessoas", explicou Amarante. "Acho que o 'Dani-se', no fim das contas, permite que todos brinquem juntos. De alguma maneira, ele é um escape do momento difícil que estamos vivendo e um convite para conversar sobre a gente mesmo e dar umas risadas do nosso jeito de ser."

O programa também é entremeado por paródias de programas de TV e outros quadros, como o "Disk Princesas", em que duas operadoras de telemarketing respondem a perguntas do público. O "xodó" de Dani, no entanto, é o encerramento do programa.

"Todo 'Dani-se' termina com um momento dublagem/dança/fervo muito divertido", contou ela. "Eu amo música! Tenho playlist para tomar banho e me animar para o trabalho, playlist para sonhar, playlist de axé para requebrar até o chão (risos)... Então, foi muito importante poder participar da escolha das músicas."

Entre os homenageados nesse momento estão nomes como Anitta, Marília Mendonça, Ivete Sangalo, Gloria Groove, Gaby Amarantos e Johnny Hooker. "Temos até que criar uma playlist do 'Dani-se', está muito maravilhoso", afirma. "O público vai ter vontade de dançar junto com a gente!"

Dani admite que não foi fácil chegar ao formato, ainda mais neste momento de pandemia. "Acho que o maior desafio foi durante o processo de criação do programa", afirmou. "A gente se falava por zoom, cada um na sua casa, e eu particularmente gosto muito de reunião de roteiro, gosto de leitura de mesa, para trocarmos ideias e sentir na leitura o que a gente acha que funciona ou não."

"Com esse distanciamento -necessário- eu senti que foi mais difícil criar tantas ideias", contou. "Por exemplo, até hoje não conheço pessoalmente a nossa chefe maravilhosa de redação Hell Ravani. A gente só se fala pelo computador (risos)."

Por outro lado, a apresentadora diz que se sentiu à vontade fazendo o que faz de melhor. "Eu amo atuar, amo fazer comédia e amo contracenar", afirmou. "Estou muito apaixonada pelo meu parceiro Pedroca. Ele é muito engraçado, talentoso e tem muita doçura. Ele me ajudou muito"

"Logo no piloto descobrimos que a nossa química é especial", contou. "Isso me deu muita segurança, e consegui me jogar nas gravações com muita alegria."

A humorista diz que o nome dele foi indicado pela diretora. "Eu conhecia o Pedroca, já tinha assistido ele no teatro, mas nunca tinha trabalhado com ele, e foi perfeito", comemorou. "Ganhei o melhor parceiro que eu poderia ter para esse projeto e ganhei também um amigo amoroso para a vida."

O colega retribuiu os elogios. "Fazer o Dani-se foi o melhor desafio da minha vida", disse Pedroca. "Foi um sonho estar junto da Dani, de quem sempre fui fã, recebendo amigos e ídolos para uma conversa íntima e descontraída."

"Tivemos a possibilidade de conversar sobre temas importantes e ao mesmo tempo chorar de rir com nossas opiniões e histórias", lembrou. "A entrega de todos os convidados foi incrível. Nós nos divertimos muito nos esquetes e poder contracenar com tantos artistas, que eu admiro, foi muito emocionante."

Ele ainda diz que a parceira é uma colega de trabalho engraçada e generosa. "Dani é uma rainha da comédia, uma mulher que eu admiro muito há muito tempo, então eu estou exatamente onde eu gostaria de estar", prosseguiu. "Acho muito difícil alguém não ter química com ela, que é uma explosão de carisma e rapidez de pensamento."

"Desde a primeira vez que falamos sobre o projeto eu senti a abertura dela comigo", disse. "Nós estávamos com muita vontade de que essa parceria desse certo, então nos abrimos um para o outro e nos deixamos levar pelo afeto. Acho que afeto é uma palavra importante nesse momento e foi assim, com muito afeto, que nós encontramos nossa parceria e nosso humor juntos."