Novo sucesso: “Dahmer – Um Canibal Americano” quebra recorde da Netflix

Evan Peters no pôster oficial da minissérie
Evan Peters no pôster oficial da minissérie "Dahmer: Um Canibal Americano". (Foto: Divulgação/Netflix)

A minissérie “Dahmer – Um Canibal Americano” estreou na Netflix quebrando recordes. A produção criada por Ryan Murphy ("American Crime Story") se tornou a série da plataforma de streaming com mais horas assistidas em uma semana de estreia.

A trama de "true crime" conta com dez episódios e superou títulos de sucesso como as séries “Round 6” e “Stranger Things”. Até o momento, o seriado registrou 196,2 milhões de horas assistidas nos sete primeiros dias de seu lançamento no catálogo da Netflix.

“Houve séries com números semanais maiores que os de ‘Dahmer’, incluindo estreias de temporadas, mas nunca uma estreia melhor para uma série totalmente nova”, informou o site "IndieWire".

“Dahmer - Um Canibal Americano” é protagonizada pelo vencedor do Emmy Evan Peters ("Mare of Easttown") e conta a história de Jeffrey Dahmer, um dos maiores serial killers dos Estados Unidos. O criminoso assassinou 17 homens e garotos entre os anos de 1978 e 1991.

Ao longo dos capítulos, a produção analisa os crimes brutais cometidos pelo assassino em série, que envolviam tortura, estupro, necrofilia e canibalismo. A trama não possui caráter documental, mas mostra como o racismo estrutural e as falhas institucionais permitiram que o “Canibal de Milwaukee” agisse sem levantar suspeita da polícia por mais de uma década no país.

Os crimes brutais de Dahmer só foram descobertos após uma de suas vítimas conseguir escapar de seu ataque e conseguiu pedir ajuda da polícia. Dahmer foi julgado e condenado à prisão perpétua. Após cumprir dois anos de pena, ele foi espancado até a morte por outros prisioneiros no dia 28 de novembro de 1994, na Columbia Correctional Institution, prisão de segurança máxima no estado de Wisconsin.