Dá tempo! Como improvisar uma noite apimentada no Dia dos Namorados

Unsplash
Unsplash

Você se arrependeu de não ter preparado nada especial pra comemorar o Dia dos Namorados e faltam apenas algumas horas antes de encontrá-lo (a)? Calma que ainda dá tempo de improvisar uma noite apimentada – mesmo sem reserva em restaurante e suíte de motel. E o melhor é que, se não der hoje (ou você estiver lendo este texto tarde demais), pode aproveitar essas dicas pra gastar no resto do ano!

1) Instigue a imaginação dele (a): corre pra um lugar reservado e envia uma foto da lingerie/cueca que estiver usando (desde que não seja aquela esgarçada e cheia de fiapos) ou de uma parte do seu corpo que a pessoa adora – pernas, seios etc. Nem precisa de legenda, mas pode iniciar uma dirty talk por texto ou áudio…

2) Ofereça um tutorial disfarçado: ache na internet uma sacanagem em vídeo, foto, gif ou conto erótico que reflete uma fantasia sua (tipo dominar a situação) ou um jeito diferente de fazer o que vocês já curtem (novas técnicas de sexo oral, por exemplo). Ou diga passo a passo o que você gostaria que ele (a) fizesse assim que vocês se encontrarem.

3) Abra a geladeira e a despensa: escolha alguns ingredientes pra deixar as preliminares mais saborosas. Pode ser mel, morango, chocolate, chantilly… Não teve tempo de fazer o mercado da semana? Para rapidinho numa padaria, gente! Também não vai rolar? Que tal uma pedra de gelo? Espero que você não seja o tipo de pessoa que recoloca a bandejinha vazia no freezer.

4) Faça e peça o beabá da massagem tântrica: luz indireta (abajur ou vela), playlist relax sem letra (pra não correr o risco de cantar!), creminho que dê pra usar sem problemas nos genitais (se não tiver algum específico de sex shop, passa numa farmácia e compra óleo de coco), bota a criatura pelada de bruços e vai deslizando só a ponta dos dedos por todo o corpo dele (a), alternando o ritmo e os movimentos. Repita de lado e de frente sem pressa. Quanto mais você demorar e mantiver o nível de excitação (sangue bombando nos genitais) do outro, mais intenso será o orgasmo. É pra deixar a ponto de bala o máximo possível.

5) Mude o cenário: tudo bem se você não tiver paciência pra encarar fila de motel (em geral, antes de conseguir uma suíte nesta data, o sexo já rolou no carro). Explorem outros espaços da casa, além do quarto e da cama de casal, como a mesa de jantar ou mesmo o chão da sala.

6) Tá solteira(o)? Aproveita pra se masturbar com aquele talento. Assim lembra que, embora seja Dia dos Namorados, você não precisa de ninguém pra gozar gostoso.

*Nathalia Ziemkiewicz, autora desta coluna, é jornalista pós-graduada em educação sexual e idealizadora do blog Pimentaria

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos