Cyberpunk Mercenários: Diretor revela maiores influências do anime da Netflix

Cyberpunk: Mercenários lançou na Netflix e trouxe toda uma nova camada para o título original da CD Projekt Red. Não buscando ser uma adaptação do jogo, o anime se provou uma mistura de gêneros e conceitos que geraram um resultado bastante singular. Em entrevista ao IGN Brasil, Hiroyuki Imaishi, o diretor da animação, revelou algumas influências para a criação de Edgerunners.

Hiroyuki Imaishi, diretor de Cyberpunk: Mercenários | Crédito: Netflix / Studio Trigger
Hiroyuki Imaishi, diretor de Cyberpunk: Mercenários | Crédito: Netflix / Studio Trigger


"Quando recebemos o pedido da CD PROJEKT RED para fazer uma produção noir, assisti o filme Scarface, de Brian De Palma, e Alugados Pelo Inferno, de Kinji Fukasaku, que gostei como filmes de gângster, embora talvez um pouco diferente da definição de noir da desenvolvedora. O anime não cita essas duas produções diretamente, mas elas me influenciaram na produção", revelou Imaishi.

Em complemento à resposta anterior, quando perguntado sobre o grande diferencial de Mercenários para todas as outras obras do gênero, Imaishi revelou sua opinião para o sucesso da obra. "Embora tenhamos tentado ser fiéis ao mundo do jogo original, Cyberpunk: Mercenários é mais uma história noir de gangues do que uma história de ficção científica."

O que achamos de Cyberpunk: Mercenários?

O anime recebeu nota 9 no IGN. No review, consta: "Baseado na aclamada franquia e ambientado no mesmo universo do videogame Cyberpunk 2077, Cyberpunk: Mercenários é um anime que conta uma história independente de 10 episódios sobre um garoto de r...

Cyberpunk Mercenários: Diretor revela maiores influências do anime da Netflix
Leia Mais

Cyberpunk Mercenários: Cosplay de Lucy é intensidade cibernética
Cyberpunk Mercenários: Como foi adaptar sexo, drogas e violência no anime?
Kojima compara Cyberpunk: Mercenários com outro anime e elogia: 'Excelente'