Cursinho faz piada com estupro e é criticado nas redes sociais

Cursinho fez "piada" com estupro e causou revolta. Foto: Reprodução/Instagram

Na última segunda-feira (11), o perfil do Estratégia Concursos, empresa que oferece cursos on-line preparatórios para concursos públicos no Brasil, fez uma publicação infeliz no perfil oficial de seu Instagram e causou revolta.

Na publicação, é possível ver uma mulher nua sendo carregada por três homens que também aparecem nus. Na testa da mulher está escrito “concurseiro” e os homens são tratados como “examinadores do CESPE”.

A ideia da publicação era fazer “humor” com abuso sexual de mulheres, o que acabou causando indignação em vários seguidores da página que viram machismo no post e denunciaram a cultura do estupro presente na “brincadeira”.

Leia também:

Uma seguidora chegou até a fazer uma reclamação na própria página do cursinho. No entanto, sua indignação foi respondida apenas com o termo “mimimi” pelo administrador da conta do Instagram da empresa.

A legenda da publicação também foi um problema para pessoas que notaram o racismo no uso da frase “a situação fica preta” pelo fato de os homens que aparecem na imagem serem todos negros. Depois de receber várias críticas, a publicação foi apagada do perfil do Estratégia Concursos. Porém, os seguidores ainda pediram uma retratação sobre a publicação machista e racista.

A resposta do cursinho para uma seguidora foi "mimimi". Foto: Reprodução/Instagram

Questionado pela reportagem, o curso respondeu via sua assessoria de imprensa dizendo que a publicação foi equivocada e que ela tinha sido retirada do ar por “não retratar a política e nem mesmo o espírito educacional da empresa”.

“A Estratégia Concursos, empresa que oferece cursos on-line com foco na preparação para concursos públicos, sente muito pela publicação realizada no dia 11 de maio em uma de suas redes sociais”, diz a nota enviada à reportagem. 

“Nossa intenção não foi, em nenhum momento, ofender e desrespeitar ninguém, por isso, poucos minutos depois retiramos a postagem do ar. Não compactuamos com qualquer ato preconceituoso ou de violência e a instituição está tomando medidas internas para que esse tipo de situação não ocorra novamente”, afirmou o curso.

“A Estratégia Concursos já auxiliou mais de 1 milhão de alunos desde sua fundação, para nós, isso é motivo de orgulho. Por isso, reiteramos nosso pedido de desculpas a todos que fazem parte da sua história e a todos que se ofenderam com a publicação”, finalizou.