Cruzeiro trava rescisão de Rafael ao descobrir que Atlético quer o goleiro

Rafael não vai jogar no Cruzeiro e interessa ao Atlético (Fernando Moreno/AGIF)

Na última sexta-feira (24) a notícia de que o goleiro Rafael acionou o Cruzeiro na Justiça do Trabalho pegou muita gente dentro do clube de surpresa. Após conversas com o jogador, o agente Fábio Mello, o advogado João Henrique e o pai do atleta (Luiz), ficou acertado os detalhes para a rescisão de contrato. O destrato seria assinado nessa segunda-feira (27), mas a direção cruzeirense travou a saída de Rafael ao ficar sabendo que o Atlético-MG tem interesse em contratar o goleiro.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

A mudança na decisão do Cruzeiro foi inesperada, já que o atleta atendeu os pedidos do clube, inclusive abrindo mão de dinheiro. Caso não consiga deixar a Toca da Raposa de forma amigável, Rafael vai tentar ficar livre via Justiça. O jogador não retirou a ação, como chegou a ser informado pelo clube, que marcou uma coletiva na última sexta-feira, para esclarecer a situação. O arqueiro não apareceu para falar, como estava previsto. Apenas Carlos Ferreira, membro do Núcleo Dirigente Transitório, conversou com os jornalistas.

“O Rafael, nós tivemos uma reunião proveitosa ontem. O Rafael demonstrou sua vontade de deixar o Cruzeiro, de jogar em outro clube, por questões pessoais, para alçar voos maiores. O clube entendeu. Fomos surpreendidos hoje sobre uma ação na Justiça do Trabalho que o Rafael, segundo ele, não sabia. Ele pediu desculpas e entramos num acordo. Na segunda-feira estará tudo resolvido”, explicou o dirigente cruzeirense, cinco dias atrás.

Ao mesmo tempo que trava a saída do jogador para evitar uma possível ida para o rival, essa atitude da diretoria celeste pode acabar empurrando Rafael para Cidade do Galo. Apesar do interesse atleticano, o staff do atleta não descarta uma mudança para a Europa. Mas como a janela de transferência para o futebol europeu fechará nos próximos dias, antes de um desfecho via Justiça, o mercado nacional pode acabar como a única opção para o goleiro.

Do outro lado da Lagoa, o Atlético apenas monitora a situação e com muita cautela. O clube alvinegro não fala abertamente sobre o interesse em Rafael, já que o goleiro tem vínculo com o rival e isso claramente dificulta a rescisão do contrato. Mas ao mesmo tempo o Galo confirma que busca um novo arqueiro.

Como Cleiton está vendido para o Red Bull Bragantino, a negociação será confirmada em breve, é desejo do técnico Rafael Dudamel que o clube busque alguém capaz de assumir a meta atleticana. Dono do posto desde 2012, Victor tem enfrentando problemas físicos nas últimas temporadas e, por isso, não deve ser o titular do Atlético em 2020.

“Acho que é necessário. Temos o Michael subindo agora, excelente, uma excelente pessoa, um profissional muito dedicado. Merece tudo que está tendo. Na base tem muito menino bom, mas temos que ter responsabilidade. O Victor ainda tem alguns problemas físicos. Temos que dar tempo para ele recuperar totalmente. Seria indicado, se a gente conseguisse um goleiro”, disse o vice-presidente do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha, em entrevista à Rádio da Massa, nessa terça-feira.

Veja mais sobre futebol mineiro no Blog de Victor Martins

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter