Crivella fala em vídeo sobre censura à Bienal e diz que queria defender a família

IVAN FINOTTI
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, (RJ), 20/05/2019: Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB). (Foto: Marcelo Fonseca/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, publicou um novo vídeo nas redes sociais por volta das 18h de sexta (6) dizendo que mandou recolher o gibi dos Jovens Vingadores para defender a família.

O vídeo tem apenas meio minuto de duração, no qual ele diz o seguinte: "Há uma certa controvérsia na mídia pela decisão da prefeitura de mandar recolher os livros que tinham conteúdo de homossexualidade atingindo um público infantil, um público juvenil. O que nós fizemos é para defender a família. Esse assunto tem que ser tratado na família. Não pode ser induzido, seja na escola, seja em edição de livro, seja onde for. Nós vamos sempre continuar em defesa da família."

O texto que acompanha o vídeo diz que "a decisão de recolher os gibis na Bienal teve apenas um objetivo: cumprir a lei e defender a família. De acordo com o ECA, as obras deveriam estar lacradas e identificadas quanto ao seu conteúdo. No caso em questão, não havia nenhuma advertência sobre o assunto abordado".

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), porém, exige apenas que material contendo "mensagens pornográficas ou obscenas" sejam colocados em embalagens lacradas ou opacas. O quadrinho "Vingadores - A Cruzada das Crianças" tem uma imagem de um beijo entre dois homens, em pé, completamente vestidos.