Criticada, autora explica cena de masturbação em novela: "Mulheres sentem desejo"

·2 min de leitura
Autora comentou cena que repercutiu nas redes (Foto: João Cotta/Globo)
Autora comentou cena que repercutiu nas redes (Foto: João Cotta/Globo)

Lícia Manzo, autora de "Um Lugar ao Sol", foi duramente criticada nas redes sociais por uma cena de masturbação feminina no capítulo desta quarta-feira (24). Alguns internautas disseram que ficaram constrangidos com a sequência protagonizada por Andrea Beltrão.

Em entrevista ao Gshow, Lícia explicou o motivo pelo qual escreveu a cena tão repercutida. "Minha intenção ao escrever a cena foi tirar do armário algo normal e saudável. Que a mulher possa explorar, conhecer o próprio corpo. Mulheres também sentem prazer e desejo. Porque a sexualidade é parte da vida das mulheres, e não só dos homens", justificou.

Na trama, Rebeca (Andrea Beltrão) vive um casamento fracassado com Túlio (Daniel Dantas). Além de sofrer com a falta de espaço no mercado de trabalho por ter envelhecido, a personagem desconfia que o marido tem uma amante bem mais nova. Lícia Manzo falou sobre os significados da cena em que ela se toca.

"Escrevi a cena porque num casamento tóxico, abusivo, a saída mais que honrosa de uma mulher pode ser buscar a conexão perdida com ela mesma, redescobrindo o prazer em si mesma. Solidão a dois é algo terrível. E o caminho para a libertação de Rebeca, assim como para outras mulheres, está, literalmente, em suas próprias mãos – e em seu próprio corpo", completou a autora.

A sequência

Personagem vive drama no casamento (Foto: Reprodução/Globo)
Personagem vive drama no casamento (Foto: Reprodução/Globo)

Rebeca (Andrea Beltrão) se masturbou deitada na cama, após ler um livro, enquanto o marido tomava banho. A personagem se tocou por baixo do lençol enquanto a câmera focou no rosto da atriz.

Túlio (Daniel Dantas) flagrou o momento e o climão se instaurou quando ele voltou para o quarto. Antes de se masturbar, a personagem havia negado sexo ao companheiro.

"Aquela hora eu não quis transar com você...", disse ela, tentando iniciar uma conversa mais profunda com o vilão da trama. "Isso está claro... você queria se satisfazer sozinha", respondeu o marido, insatisfeito e visivelmente irritado.

"Não é isso, eu queria um abraço, um beijo, um colo, conversar (...) Acho que uma coisa leva a outra. A transa não começa na transa. Começa de manhã, do jeito que a gente se trata", justificou a personagem de Andreia Beltrão.

Por que a masturbação feminina ainda é um tabu?

A reação do público com a cena da novela não surpreende especialistas. A masturbação feminina - ou a falta dela - é considerada uma questão estrutural. Em entrevista ao Yahoo, a terapeuta sexual May Irineu afirma que por causa do machismo muitas mulheres nunca se tocaram e se sentem incomodadas com o assunto.

"Se considerarmos que vivemos em uma sociedade machista e patriarcal, podemos compreender porque muitas mulheres nunca se tocaram, nunca tiveram um orgasmo sozinhas. Nosso corpo ainda é muito objetificado, principalmente o corpo da mulher preta. Então, muitas mulheres aprenderam que era feio, que era sujo, que não podia se tocar, que deveriam aprender sobre o sexo através do toque do homem", afirma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos