Criminosos obrigam motorista de ônibus a levar corpos de suspeitos ao hospital

Ônibus que os criminosos abordaram em São Gonçalo (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Os dois foram mortos em um confronto entre facções rivais, dizem testemunhas

  • O motorista não foi ferido, apesar do susto

Um motorista de ônibus em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, foi obrigado por criminosos a levar os corpos de dois suspeitos de envolvimento com o tráfico até o pronto socorro do hospital municipal na noite de segunda-feira (7). Apesar do susto, ele não foi ferido. Nenhum dos envolvidos teve o nome revelado.

Nas redes sociais, testemunhas relatam que os dois morreram durante um confronto entre facções rivais no Complexo do Salgueiro. Um deles tinha 23 anos, e o outro ainda não foi identificado.

De acordo com o 7º BPM, agentes foram acionados por volta das 21h ao receberem denúncias de que havia dois mortos na Comunidade da Balança. A polícia foi impedida de entrar na favela pelos criminosos, o que iniciou um confronto que não deixou nenhum ferido.

Leia também

Enquanto os PMs tentavam entrar na comunidade, os criminosos pararam um ônibus e exigiram que o motorista levasse os dois corpos até o pronto socorro do hospital de São Gonçalo.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar em uma unidade de saúde da região.