"Crias" do SBT, João Guilherme e Jean Paulo atuam juntos pela primeira vez (e na Globo)

João Guilherme e Jean Paulo Campos. Foto: Amauri Nehn e Thiago Duran/Brazil News
João Guilherme e Jean Paulo Campos. Foto: Amauri Nehn e Thiago Duran/Brazil News

Resumo da notícia:

  • João Guilherme e Jean Paulo contracenam pela primeira vez desde a infância

  • Atores contaram ao Yahoo sobre a experiência de finalmente trabalharem na mesma produção

  • Eles integram o elenco de "Musa Música", primeira série musical da Globo

Embora tenham feito parte do elenco infantil do SBT, João Guilherme e Jean Paulo Campos nunca trabalharam juntos. Amigos desde criança, quando o filho de Leonardo estrelou a novela "Cúmplices de um Resgate" e o eterno Cirilo atuou em "Carrossel", os atores irão contracenar pela primeira vez.

Eles estreiam na Globo como integrantes do elenco da primeira série musical da emissora, intitulada "Musa Música", que será exibida no Globoplay e foi gravada no Rio de Janeiro. Ao marcarem presença na Barraca do Beijo de Viih Tube, João e Jean falaram ao Yahoo sobre a experiência de finalmente dividirem o set.

"Sempre quis 'trampar' com ele para passarmos esse tempo de elenco juntos. Quando você grava com alguém, você passa muito tempo com a pessoa. Na pior, na melhor e foi fantástico", afirmou João Guilherme, ex-namorado de Larissa Manoela, que viveu Maria Joaquina, a paixão platônica do personagem de Jean em "Carrossel".

"Foi muito legal poder atuar com um amigo meu, que eu sempre quis, que é o João Guilherme. Está muito bonito. E é muito legal crescer fazendo o que eu gosto", completou Jean Paulo Campos.

Aos 20 anos, João Guilherme ainda definiu os próximos meses como o fechamento de um ciclo, já que passa pela transição da carreira infanto-juvenil para papéis mais adultos. "A gente começa a gravar outros projetos com outra abordagem, outra faixa etária. Isso vai me ajudar e [ajudar] todos nós [da mesma geração]", declarou. "Agora está chegando a nossa vez de brilhar".

Jean Paulo, de 19 anos, também falou sobre a mudança de fase. Ele entende que passar por essa transição após ficar marcado pelo papel de Cirilo é parte do trabalho. "São poucas coisas que realmente marcam nossa infância. Ter feito um personagem que é uma dessas coisas é muito especial. Acho que é um processo de atuação, de fazer os personagens e o pessoal te conhecer. As redes sociais também ajudam muito", afirmou.