Criada nos anos 1970, a banoffe volta à moda e aos cardápios de restaurantes e docerias com releituras mil

Lívia Breves
·2 minuto de leitura

Uma massa de biscoito com uma camada de doce de leite, fatias de banana e chantilly. A receita tradicional de banoffe é bem simples e saiu do forno na Inglaterra dos anos 1970 pelas mãos do chef Ian Dowding. Logo se espalhou mundo afora, ganhou novas versões, entrou e saiu de moda e, agora, volta com tudo à baila. Pode reparar: a sobremesa está aparecendo em vários cardápios, sempre em releituras que vão de bolo de pote à sorvete.

A doceria Nanica, aberta recentemente no Leblon, nasceu com o conceito de monoproduto. Sim, inicialmente, seria só a banoffe original, feita com banana-nanica (daí o nome da marca), doce de leite caseiro e chantilly com cacau polvilhado sobre uma massa de biscoito ao leite. Mas o tempo fez aparecer algumas novas ideias, como a uvoffe (de uva) e a monoffe (de morango).

O chef Rodrigo Guimarães volta e meia prepara o doce no seu delivery Chef at Home (o menu muda toda semana e nesta tem!) e prepara uma em que as bananas são assadas na brasa e o doce de leite leva especiarias. Na pizzaria Cobre, no Humaitá, ela é o carro-chefe em um preparo que segue quase à risca a tradicional: é feita com massa de biscoito, doce de leite caseiro, banana, chantilly e cacau em pó.

Foi apostando em uma sobremesa com banana que o chef Ricardo Lapeyre e o confeiteiro Hugo Devaux chegaram a uma versão desconstruída da banoffe no Escama, no Jardim Botânico. Foi feito um mil-folhas com caramelo, fatias de banana e ainda um creme creme mi montée de baunilha. “Desconstruímos tanto a receita inglesa quanto a francesa e criamos uma com sotaque carioca”, conta Ricardo.

Difícil um carioca não ter experimentado a Delícia de Banana da Torta & Cia, que tem 30 anos de história e segue sendo um hit. Feita com pão de ló recheado com doce de banana caramelada e creme, ainda tem cobertura de chantilly e canela polvilhada. A novidade é a versão de pote, para comer de colher e que pode ser congelada.