COVID-19 faz Jethro Tull adiar shows no país para daqui a um ano

O cantor e flautista Ian Anderson, 72, líder do Jethro Tull

A nova vítima do coronavírus, na agenda de shows internacionais no Brasil, é o Jethro Tull. A banda britânica de rock progressivo adiou para março do ano que vem a turnê que faria no país em junho próximo. As apresentações seriam nos dias 25, 25 e 27/6, respectivamente em Curitiba, Porto Alegre e São Paulo. Com a mudança, a sequência é alterada. Em 2021, a turnê começa em Porto Alegre, no dia 26/3, com Curitiba e São Paulo nas datas posteriores.

Os locais dos shows, a princípio, serão os mesmos. Os ingressos já adquiridos continuam valendo e nova venda será aberta, em data a definir. Mais informações devem ser conhecidas nos próximos dias.

A vinda integraria a primeira parte da The Prog Years Tour 2020, que tem shows marcados na Europa a partir de agosto de 2020, por enquanto ainda mantidos. O nome da turnê foi dado para deixar claro que o grupo liderado pelo cantor, flautista e único integrante da formação original Ian Anderson, 72, vai colocar foco, no repertório, em material dos álbuns mais fortemente voltados ao rock progressivo. Com mais de 50 anos de carreira, o Jethro Tull ficou conhecido por, entre outras coisas, inserir nuances de folk no gênero.

Completam a formação atual do Jethro Tull o baixista David Goodier, o tecladista John O’Hara, o guitarrista Joe Parrish e o baterista Scott Hammond.