Couro cabeludo seco: por que acontece e como tratar

Apesar de serem associados com a caspa, esses pequenos flocos que aparecem nos fios não significam, necessariamente, que o couro cabeludo é seco. Essa condição, na verdade, acontece por fatores externos que podem atingir pessoas com diferentes tipos de cabelo.

Misael Do Nascimento, médico tricologista da equipe Nutrindo Ideais, explica que a pele da cabeça - ou seja, o couro cabeludo - por si só, nunca é seca. Ela contém um número grande de folículos pilosos com glândulas sebáceas anexas, esteja esse folículo ativo ou não.

“Um couro cabeludo seco só pode acontecer por algum dano externo, como química ou queimadura - inclusive, a caspa da dermatite seborreica é oleosa, o paciente refere a isso como uma massinha”, conta.

O especialista também ressalta que o cabelo, à medida que se distancia do couro cabeludo, fica mais seco. E, dependendo dos cuidados adequados e do meio ambiente, isso pode influenciar de maneira positiva ou negativa na saúde dos fios. Por via de regra, cabelos cacheados ou crespos tendem a ser mais secos que os lisos.

Como tratar o couro cabeludo?

Quando o problema no couro cabeludo é identificado por um profissional, seja um médico dermatologista ou especialista em cuidados com os fios, os tratamentos variam de acordo com as necessidades de cada indivíduo.

Segundo Misael, um dos passos é selecionar produtos que equilibrem o fio de cabelo. Isso significa que é preciso encontrar opções que hidratem as mechas o suficiente para proteger o cabelo da perda de água.

...

Veja mais


Veja também

O que causa infecção urinária? Veja as 5 razões mais comuns e se é transmissível
7 exercícios para treinar o cérebro e aumentar a memória
Couro cabeludo seco: por que acontece e como tratar
6 benefícios de tomar sol que vão além da vitamina D
Quase 80% dos brasileiros tomaram remédio sem eficácia para COVID-19