Corrida: 5 dicas para sair do sedentarismo

Saia do sedentarismo, mas não force seu corpo (Getty Images)

A corrida é um hábito saudável e que pode fazer parte de todas as fases da vida de qualquer pessoa. No entanto, começar a correr e não parar mais pode ser um problema quando falta motivação ou constantes dores e lesões aparecem. Por isso, selecionamos algumas dicas para você driblar esses problemas e tornar a corrida um hábito.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

1. Intercalar corrida com caminhada

Se você está começando a fazer atividade física agora ou está vindo de outra modalidade esportiva, precisa entender que correr leva tempo. A maioria dos treinadores concorda que a melhor maneira de se tornar um corredor é criando um programa de corrida. Com esse objetivo em mente, concentre-se em intercalar alguns minutos de corrida, seguidos por um período de caminhada. Quando você se sentir confortável correndo entre 20 e 30 minutos em um ritmo fácil, então é hora de se desafiar e aumentar a velocidade.

Leia também:

2. Escolha o tênis correto

Muito se fala sobre qual tênis de corrida é o ideal e pode realmente fazer diferença na sua performance ou na prevenção de lesões. No entanto, uma coisa é certa: se não for confortável, ele provavelmente não é o certo para você. Busque informações nas diversas marcas, experimente, teste e encontre aquele que você se sente melhor correndo.

3. Alimente-se bem

O ideal é comer alguma coisa até 30 minutos antes da atividade física, invista em alimentos saudáveis e aposte nos carboidratos antes dos treinos. É normal sentir desconforto se você correr logo depois de comer, por isso, é importante entender o que te faz bem, seja uma comida mais sólida ou apenas algo mais líquido, como um shake, por exemplo.

4. Corra do jeito certo

Corra com o peito aberto ligeiramente inclinado para a frente. Braços e mãos devem servir como pêndulos e ficam relaxados, perto de 90º graus ou um pouco abaixo do cotovelo. E atenção com a forma como seu pé pousa no chão: deve ser abaixo do seu centro de gravidade (na linha do umbigo), não na frente. O impulso vem do pé de trás, que fica estendido o máximo que você conseguir para, então, fazer o giro natural dos quadris e completar o movimento. Lembre-se também de tomar um tempo para aquecer e esfriar adequadamente.

5. Cuidado com a respiração

No meio da corrida, pode parecer difícil controlar a respiração, porém quanto mais ofegante você fica, mais a respiração trava. Por isso, é importante controlar o movimento de entrada e saída do ar. Para você que quer começar a correr sozinho, a dica é fazer a respiração marcada por passos.

A cada três passos inspirando, dê os mesmos três passos expirando. Com o tempo, isso vai se tornar natural. Outra dica que também pode fazer diferença é evitar respirar somente com a boca, essa atitude aumenta a sensação de cansaço.