Correria em festival de música nos EUA acaba em 8 mortos e vários feridos

·3 min de leitura
Artista Travis Scott no Festival Astroworld, em 9 de novembro de 2019, no Estádio NRG de Houston, Texas (AFP/Suzanne Cordeiro)

Pelo menos oito pessoas morreram, e várias ficaram feridas na sexta-feira (6), no Festival de Música Astroworld, em Houston (sul dos Estados Unidos), em meio a uma correria - informaram autoridades e a imprensa americana.

"A multidão começou a se aglomerar na frente do palco. Isso criou um movimento de pânico que deixou muita gente ferida", disse o chefe dos bombeiros de Houston, Samuel Peña, em entrevista coletiva.

"Temos pelo menos oito mortos esta noite (sexta-feira), e vários outros feridos", acrescentou Peña, em entrevista coletiva fora do NRG Park, onde ocorreu o evento, e especificando que as causas das mortes ainda não foram confirmadas.

Ao menos 17 pessoas foram levadas para o hospital, e 11 delas sofreram parada cardíaca, completou a mesma fonte.

Os sobreviventes descreveram cenas caóticas, com pessoas esmagadas, e outras lutando para respirar, de acordo com o jornal Houston Chronicle.

"Estávamos abraçados uns aos outros para evitar sermos separados", disse um sobrevivente. "Se a gente se soltasse, com certeza ia se separar", completou.

Outra pessoa contou ao jornal que teve de carregar um homem que havia caído sobre as barricadas de segurança e depois viu paramédicos aplicaram nele uma técnica de reanimação.

Além disso, mais de 300 pessoas ficaram feridas ao longo do dia no evento, incluindo algumas com arranhões e hematomas menores, de acordo com as autoridades.

Cerca de 50.000 pessoas participaram do Festival de Música Astroworld.

A tragédia aconteceu durante a apresentação do rapper americano Travis Scott, que parou o show várias vezes ao ver o movimento de pânico, ainda de acordo com o Houston Chronicle.

A polícia de Houston está investigando a causa do incidente, examinando as imagens gravadas no estádio.

Em algumas delas, divulgadas nas redes sociais, dezenas de pessoas se aglomeram nas portas de acesso, e os seguranças não conseguem conter o fluxo.

Em outras, há várias pessoas caindo, derrubando os detectores de metal na entrada do estádio, embora não esteja claro se este incidente está relacionado às mortes.

- Uma noite 'extremamente trágica'

Uma autoridade do condado de Harris, Lina Hidalgo, disse que foi "uma noite extremamente trágica".

"Nossos corações estão partidos. As pessoas vêm para estes eventos para se divertirem, para terem boas lembranças", acrescentou.

O chefe de polícia Larry J Satterwhite descreveu que, "em poucos minutos, tivemos, de repente, várias pessoas no chão com algum tipo de parada cardíaca".

Depois disso, eles se reuniram com os organizadores do show e o evento foi encerrado. Os organizadores cancelaram o restante do festival, que não continuará neste sábado como estava previsto.

"Nossos corações estão com a família do Festival Astroworld esta noite, especialmente com os que perdemos e com seus entes queridos", disseram os organizadores na conta do evento no Instagram.

"Estamos concentrados em ajudar as autoridades”, acrescentaram.

Astroworld é um festival de música criado pelo próprio Scott, em 2018. O rapper, de 29 anos, que tem um filho com a estrela de reality show Kylie Jenner, ficou conhecido em 2013 e teve seis indicações ao Grammy.

Neste fim de semana, outros shows também estavam programados, como o dos rappers Chief Keef e 21 Savage, e o do grupo de rock australiano Tame Impala.

Em sua apresentação de ontem, Scott dividia o palco com o astro do rap canadense Drake.

bur-ssy/jfx/bl/sag/lda/me/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos