Corpo de Marília Mendonça deixa IML em Caratinga, onde seus fãs se reuniram

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SAO PAULO - SP - BRASIL, 24-11-2017, Marília Mendonça. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
***ARQUIVO***SAO PAULO - SP - BRASIL, 24-11-2017, Marília Mendonça. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

CARATINGA, MG (FOLHAPRESS) - Os corpos da cantora Marília Mendonça e de duas das demais vítimas do acidente de avião na região de Caratinga, em Minas Gerais, deixaram o Instituto Médico-Legal do Centro Educacional de Caratinga na madrugada deste sábado (6) e foram encaminhados para uma funerária local. De lá, serão encaminhados para os locais de sepultamento.

De acordo com o médico legista Pedro Nunes Coelho, a causa oficial da morte só poderá ser definida daqui a cerca de 20 dias, após a conclusão de exames de sangue, urina e de vísceras. Porém, muito provavelmente, a causa de todas as mortes foi politraumatismo, diz o legista.

Segundo ele, todas as cinco vítimas morreram na hora do impacto. "A gravidade das lesões não permitiria a pessoa sobreviver. Foram muitas lesões letais em todos eles", afirma.

Marília Mendonça, conhecida como a rainha da sofrência e uma das maiores vozes da música brasileira contemporânea, e outras quatro pessoas morreram num acidente aéreo na cidade de Piedade de Caratinga, em Minas Gerais, localizada a 309 quilômetros de Belo Horizonte.

A aeronave, que a transportava para a realização de um show, caiu por volta das 16h próximo a uma cachoeira, ao tentar realizar um pouso forçado, de acordo com a Polícia Militar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos