Em meio à pandemia de Coronavírus, Sergio Moro comemora seis anos da Lava Jato

Foto: REUTERS/Adriano Machado

No dia em que o Brasil registra a primeira morte por causa do coronavírus, o ministro Sergio Moro fez um “breve interlúdio”, como chamou, para lembrar uma efeméride: seis anos desde que foi deflagrada a primeira fase da Operação Lava Jato. 

No Twitter, o ministro da Justiça e Segurança Pública afirmou que a prioridade é o combate ao COVID-19, mas reforçou que menos corrupção significa também mais recursos para saúde. 

Leia também:

Moro postou um trecho do filme “Os Intocáveis”, do diretor Brian de Palma. O longa, de 1987, conta a história do agente Eliot Ness que investiga negócios de Al Capone em Chicago, nos Estados Unidos. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O ministro finalizou o post dizendo que fazia uma homenagem aos que persistem contra todos os deságios, “quer seja ele um crime ou um vírus”. 

A operação Lava Jato teve sua primeira fase deflagrada em 2014. A investigação é considerada pelo Ministério Público Federal como a maior iniciativa de combate a corrupção e lavagem de dinheiro da história do Brasil. 

Ao longo dos seis anos da operação, a Polícia Federal prendeu diversos políticos como o ex-presidente Lula, o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, os ex-governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão. 

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.