Coronavírus: Moro autoriza Ministério da Saúde a usar Força Nacional

Decisão vale até 28 de maio, mas pode ser prorrogada (Foto: Getty Images)

Uma portaria do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou nesta o emprego da Força Nacional de Segurança Pública para apoiar as ações do Ministério da Saúde no combate ao novo coronavírus.

A decisão foi publicada vale até o dia 28 de maio, pode ser prorrogada e ficará a cargo do Ministério da Justiça em acordo com os Estados ou municípios.

Esse tipo de medida já foi usada em situações como a onda de ataques no Ceará, queimadas na Amazônia e numa terra indígena no Maranhão depois de assassinatos de caciques.

Leia também

A medida de agora deve dar auxílio a profissionais de saúde nos atendimentos ao novo coronavírus, dar segurança no funcionamento de centros de saúde, garantir segurança na distribuição e armazenamento de itens médicos, alimentícios e de higiene e garantir a segurança e auxílio no controle sanitário realizado em portos, aeroportos, rodovias e centros urbanos

A portaria prevê também que a Força Nacional possa "aplicar medidas coercitivas previstas" previstas em lei que trata de medidas de emergência no combate ao coronavírus.

Essas ações poderão compreender atividades de prevenção ou proteção de locais para a realização de testes rápidos e patrulhamento e para evitar saques e vandalismo.