Coronavírus: bandidos furtam 5 mil máscaras cirúrgicas de hospital na grande BH

Foto: Getty Images

Itens como álcool gel e máscaras têm sido muito disputados desde o início do surto do novo coronavírus no Brasil, a ponto de fornecedores terem que se esforçar para manter estabelecimentos abastecidos. Para piorar a situação, em Minas Gerais, cinco mil máscaras cirúrgicas foram furtadas do Hospital Público Regional de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As informações são da TV Globo.

Apesar do crime, que aconteceu no último dia 17, a diferença do hospital diz que “as máscaras e outros Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) disponíveis no almoxarifado são suficientes para que os servidores atendam, com segurança, às demandas relativas ao coronavírus que chegarem à unidade”.

Leia também

Álcool e sabão também tem sido alvos de furtos, porém a prefeitura da cidade garante que o fornecimento desses dois itens está normal.

De acordo com a TV Globo, a Prefeitura de Betim informou que o crime está sendo investigado pela polícia. Além disso, imagens de câmeras de segurança do hospital foram entregues às autoridades.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Segundo a prefeitura, “estão sendo tomadas as devidas medidas junto aos órgãos de segurança do município”, inclusive com relação ao sumiço de álcool e sabão das dependências do Hospital Regional.

Apesar de garantir a normalidade dos recursos, a Prefeitura pediu “que todos mantenhamos a calma e o bom senso, para que, juntos, possamos continuar somando esforços e sejamos vitoriosos frente a essa pandemia”.

Essa não foi a primeira vez que itens que atuam no combate ao novo coronavírus são alvos de crimes. No último dia 15, um posto de saúde foi invadido e furtado em Goiânia. Criminosos levaram cinco litros de álcool gel, caixas de máscaras e luxas.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.