Coronavírus: famosos pedem que fundo partidário seja usado para crise

Daniela Mercury, Digão e Ivete Sangalo. Fotos: reprodução/Instagram/@danielamercury, @digaoraimundos e @ivetesangalo

Representantes do meio artístico estão usando sua visibilidade nas redes sociais para cobrar das autoridades brasileiras providências no combate à pandemia do novo coronavírus. Neste sábado (21), cantores como Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Digão, do grupo Raimundos, além de famosos de outras áreas de atuação, se manifestaram publicamente, pedindo o direcionamento dos recursos do fundo partidário, do fundo eleitoral e do orçamento impositivo diante da crise.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

“Esse dinheiro tem que usado em algo de fato relevante. É urgente”, escreveu Ivete no Instagram, ganhando apoio de colegas como Samuel Rosa, Claudia Leitte e o padre Fábio de Melo.

Leia também:

Digão foi um dos que elogiou a postura de Veveta. “Por essas e outras que te chamei pra cantar com a gente! Artista autêntica e posicionada! Fica com Deus, minha irmã”, comentou o roqueiro, que também compartilhou a mensagem em seu perfil.

Daniela também divulgou a imagem, fazendo um apelo. “Ao governo brasileiro e a todos os políticos: compre os aparelhos, crie os hospitais que forem necessários, compre EPIs [Equipamentos de Proteção Individual] pros profissionais de saúde! Use o dinheiro do fundo partidário. Use o que for necessário”, afirmou a baiana, também lembrando aos fãs a importância de ficar em casa.

A modelo e a apresentadora Isabella Fiorentino reforçou o grupo, assim como a influenciadora Rafa Brites. “Vamos proteger os profissionais da saúde com EPIS apropriados para uma pandemia! Socorro! Socorro! Socorro!”, escreveu Rafa.