Após minimizar coronavírus, dono do Madero estranha "sumiço" de clientes

Foto: Divulgação / Madero

Dono do restaurante Madero, Junior Durski se disse surpreso pela diminuição do número de clientes de sua rede. A fala viralizou nas redes sociais porque o empresário, apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) havia minimizado o número de mortes pelo novo coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

“O país não aguenta, não pode parar dessa maneira. As pessoas têm que produzir e trabalhar. Não podemos [parar] por conta de cinco ou sete mil pessoas que vão morrer. Isso é grave, mas as consequências que vamos ter economicamente no futuro vão ser muito maiores do que as pessoas que vão morrer agora com o coronavírus”, disse o empresário no início da pandemia, em março.

Leia também

Menos de dois meses depois, o Brasil registrou 15.633 mortes por Covid-19. Em entrevista à Band News, o dono do Madero contou que hoje recebe 30 clientes em lojas que antes atendia 400 por dia. “É hora de a gente se reinventar”, afirmou o empresário.

Confira a repercussão da fala do dono do Madero: