Coronavírus: Chile estima que possa chegar a 40 mil casos até 1º de abril

Foto: AP Photo/Esteban Felix

O ministro da Saúde do Chile, Jaime Mañalich, afirmou que, em duas semanas, o número de infectados pelo COVID-19 no país pode chegar a 40 mil. Em entrevista ao canal 24 Horas ele garantiu, no entanto, que o país está preparado para esse aumento exponencial. 

“Nós, do ministério da Saúde, estamos nos preparando para um número ainda maior que esse”, disse Mañalich sobre a estimativa de atingir 40 mil casos em duas semanas. 

Leia também:

Mañalich explicou que a maioria dos casos no país são leves e chegou a citar um exemplo em que um jovem chegou a ser internado e já recebeu alta. Atualmente, 4 pessoas estão hospitalizadas com a doença, segundo o ministro, e duas estão em estado grave. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Apesar de o país já estar na fase 4, quando há transmissão local, o ministro da Saúde afirma que grande parte dos que tem o coronavírus são de classe social alta e foram a Europa. 

Até a noite de segunda-feira, era 156 casos registrados da doença e nenhuma morte. 

O ministro confirmou a possibilidade de que Santiago, capital do país, possa viver uma quarentena. Na quarta-feira, 18, as fronteiras do país serão fechadas e, desde segunda-feira, as instituições de ensino estão fechadas por duas semanas. 

Segundo Mañalich, o Chile não está na situação de Espanha e Itália, mas também não lida tão bem com a situação como na Coreia do Sul. 

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.