Coronavírus: Brasil pode ter quase 2 milhões de infectados, diz estudo da USP

(Foto: AP Photo/Silvia Izquierdo)

O Brasil pode ter quase 2 milhões de infectados pelo novo coronavírus. Segundo estudo da USP de Ribeirão Preto, o número real de casos pode ser 14 vezes o total confirmado pelo Ministério da Saúde. Até a última sexta-feira (8), a pasta contabilizava 145.328 pacientes infectados pela Covid-19.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Notícias no Google News

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo usou como referência a Coreia do Sul, um dos países que mais realizaram testes para o coronavírus. Quando o país asiático estava no mesmo ponto da epidemia que o Brasil hoje, a taxa de letalidade era de 1,65%.

Leia também

Os pesquisadores aplicaram o percentual para o Brasil, ajustando conforme as diferenças etárias, e calcularam o que seria o número real de infectados.

Na quinta, quando o Ministério da Saúde registrava 135 mil casos, o estudo da USP apontou mais de 1,9 milhão de contaminados, mais do que os Estados Unidos, atual epicentro da pandemia. Pela margem de erro, o Brasil teria hoje entre 1,5 mi e mais de 2 milhões de casos de Covid-19.

“Se eu for levar em consideração o número de óbitos que não são efetivos, tentando fazer uma estimativa, tirando a subnotificação, o meu modelo, honestamente, explode com o número de casos. Esse modelo é otimista e, por isso, eu tenho defendido que o Brasil, necessariamente, para o mundo, já é o principal foco da epidemia”, avaliou o professor Domingos Alves, da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.