Coronavírus: Fiocruz convocará 600 profissionais da saúde para vagas emergenciais para enfrentar a pandemia

A Fiotec fará a convocação dos profissionais para atuar em um centro hospitalar a ser construído em Manguinhos

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vai abrir processo seletivo em caráter emergencial para o enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus. A Fiocruz iniciou a construção de uma unidade hospitalar para tratar pacientes graves acometidos pela doença.  O centro hospitalar para a Pandemia de Covid-19 – Instituto Nacional de Infectologia – de montagem rápida terá 200 leitos exclusivos de tratamento intensivo e semi-intensivo de pacientes graves infectados pelo novo coronavírus e contará ainda com uma força de trabalho extra. 

De acordo com a Fiocruz, a Fiotec convocará profissionais para trabalhar na nova iniciativa. Nesta primeira fase, serão cerca de 600 vagas para médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. Em um segundo momento, serão convocados também nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais e especialistas como cardiologistas e nefrologistas, e profissionais de apoio administrativo. Os salários e a forma de inscrição ainda não foram divulgados.

Por enquanto a distribuição de vagas para atuação na infectologia será:
 

Médico Intensivista (rotina)
Médico plantonista (12/36h ou 24/48h)
Pneumologista
Radiologista
Técnico em Radiologia
Enfermeiro Intensivista (rotina)
Enfermeiro plantonista (12/36h)
Técnico de Enfermagem (plantonista 12hs/36 ou 24/48)
Fisioterapeuta (rotina)
Fisioterapeuta plantonista (12/36h ou 24/48h)
Farmacêutico
Técnico em Farmácia
Psicólogo
Assistente Social
Auxiliar administrativo


Saúde do Rio contrata 618 profissionais

A Secretaria estadual Saúde do Rio, em ação conjunta do Gabinete de Crise de Enfrentamento do Coronavírus, finalizou nesta sexta-feira (dia 27) a contratação de 618 profissionais que começam a atuar partir do dia 4 de abril. As vagas serão distribuídas nas unidades administradas pela Fundação Saúde.  Entre os contratados estão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, biólogos e farmacêuticos. Todos foram aprovados no último concurso promovido pela pasta.

Esses profissionais serão distribuídos em diversas unidades, como Hemorio; Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio De Castro (IECAC); Hospital Estadual Carlos Chagas (HECC); Laboratório Central Noel Nutels (Lacen); Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião (IEISS) e Hospital Estadual Eduardo Rabello (HEER), entre outros.  

Fesaúde adia seleção

Devido ao avanço do novo coronavírus no Estado do Rio e à necessidade de se reduzir a aglomerações, a Fundação Estatal de Saúde de Niterói (Fesaúde) e a Coordenação Acadêmica da Universidade Federal Fluminense (UFF) adiaram as provas do concurso que seriam aplicadas nos dias 26 de abril e 10 de maio. O processo seletivo terá um novo período de inscrições.

O processo seletivo oferece 783 vagas para candidatos de todos os níveis de escolaridade, com salários de R$ 1.317 a R$ 13.800. As vagas são para auxiliar de saúde bucal, agente comunitário, cirurgião dentista, técnico de enfermagem, enfermeiro, médico, psicólogo, assistente social, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, sanitarista, terapeuta ocupacional e assistente administrativo, analista administrativo e contador, entre outros.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263)