Copa do Mundo 2022: Harry Kane pretende peitar ordem da FIFA e jogar com braçadeira em homenagem aos LGBTQIA+

Após declarações homofóbicas por parte do embaixador da Copa do Mundo 2022, a Inglaterra pretende peitar uma decisão da FIFA, caso seja necessário.

Isso porque a seleção entrou com um pedido para que Harry Kane use uma braçadeira de capitão com as cores da bandeira LGBTQIA+. Isso seria uma demonstração de apoio da Inglaterra aos membros da comunidade, que sofrem perseguições no país.

Vale lembrar que o Catar é conhecido por uma série de proibições devido à religião. Por isso, os turistas terão que prestar bastante atenção ao que pode ou não ser feito durante o evento.

Inglaterra pretende peitar decisão da FIFA na Copa do Mundo 2022

Para usar a braçadeira, a Inglaterra entrou com um pedido de autorização da FIFA há três semanas. Até o momento, não houve uma resposta. Faltam nove dias para o começo da competição.

"Decidimos que queremos usá-lo e esse é o nosso processo de pensamento daqui para frente. Vai depender da FIFA e da FA - tenho certeza de que eles entrarão em contato com eles. Ainda não ouvi nada pessoalmente, então no momento estamos na fila para usá-lo, então, se algo mudar, cruzaremos a ponte quando chegar o momento", disse Harry Kane sobre o assunto.

Segundo informações da Sky Sports, outros oito países também usarão a braçadeira. Vale lembrar que há um grupo de países europeus que estão dispostos a lutar por alguns direitos humanos que foram atravessados durante a preparação para a Copa do Mundo 2022.


...

Veja mais


Veja também

Copa do Mundo 2022: FIFA proíbe Dinamarca de usar camisa em defesa aos direitos humanos e diretoria rebate
Copa do Mundo 2022: FIFA faz comunicado oficial e proíbe manifestação política na Seleção durante a competição
As proibições durante a Copa no Catar te farão querer assistir aos jogos de casa. Entenda!