Copa do Mundo 2022: Embaixador da competição faz nova declaração homofóbica e leva punição na TV. Vídeo!

Faltando apenas 11 dias para a Copa do Mundo 2022, o embaixador da competição, Khalid Salman, deu uma declaração homofóbica em uma entrevista a um jornalista alemão. Vale lembrar que, desde que foi anunciado, o Catar vem sofrendo algumas críticas devido à cultura e às proibições no país.

Na entrevista, Khalid explicou que os turistas que irão visitar o país para a Copa do Mundo 2022 terão que obedecer às regras do Catar.

"Eles têm de aceitar as nossas regras aqui. Isso [homossexualidade] é "haram" (pecado no Islã, religião articulada pelo Alcorão, que prepondera no Qatar). É "haram" porque é danoso para a mente".

Após a declaração do embaixador da Copa do Mundo 2022 sobre a homossexualidade, a entrevista foi interrompida. Assista ao vídeo abaixo.

Copa do Mundo 2022 encara uma série de proibições no Catar

Além de problemas envolvendo uma suposta compra da votação da FIFA e exploração de trabalhadores dos Mundial, o Catar também chama atenção do público ocidental com algumas proibições no país.

Os turistas que forem visitar o país não poderão usar qualquer tipo de roupa. É proibido deixar os ombros à mostra ou deixar qualquer roupa acima do joelho. Também é proibido consumir cervejas em locais públicos e tirar fotos ou fazer vídeos de pessoas desconhecidas. Além disso, as demonstrações de carinho entre casais em público serão punidas.

+ Confira as curiosidades dos jogadores da...

Veja mais


Veja também

Yudi faz declaração polêmica sobre fé de Priscilla Alcântara, leva indireta da cantora e grava vídeo em resposta
Copa do Mundo 2022: FIFA faz comunicado oficial e proíbe manifestação política na Seleção durante a competição
Gabigol na Copa? Perfil oficial da competição faz post sugestivo sobre jogador e anima torcedores