Contas suspensas do Twitter de aliados de Bolsonaro continuam válidas fora do Brasil

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
(Foto: Reprodução Twitter)
(Foto: Reprodução Twitter)

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, suspendeu algumas contas de bolsonaristas famosos, como Allan dos Santos, do site Terça Livre, Luciano Hang, da rede de lojas Havan, Roberto Jefferson, e Sara Winter, do movimento 300 do Brasil.

Ao serem acessadas, as contas apresentam os dizeres: "conta retida" e que a conta" foi suspensa em resposta a determinação legal".

Leia também

Porém, esse sumiço de perfis é válido somente para o Brasil. O próprio Allan fez um tuíte, em inglês, explicando a situação.

"O Twitter agiu estritamente em cumprimento a uma ordem legal proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF)", diz a rede.

Nesta sexta-feira (24), Roberto Jefferson, ex-deputado e presidente nacional do PTB, ameaçou ministros da Corte em diversas postagens.

No dia 27 de maio, o relator do inquérito contra as Fake News, Alexandre de Moraes, autorizou cumprimento de mandado de busca e apreensão nas residências de Roberto Jefferson e Luciano Hang, por serem alvos do processo.

O Twitter ainda não respondeu o pedido de esclarecimento feito pela reportagem.