Consumir couve pode rejuvenescer o cérebro em até 11 anos, diz estudo

Reprodução/LadyGagaVevo

Já faz um tempo que a couve deixou de ser apenas uma acompanhante da feijoada e começou a ser explorada em diferentes preparos. Os sucos detox foram os mais falados, que reforçavam seu efeito cicatrizante, ação anti-inflamatória, desintoxicante, entre outros benefícios.

Mas preparem-se para consumir ainda mais a hortaliça após este estudo realizado pela Universidade de Rush, nos Estados Unidos, que descobriu que a couve é ótima também para o cérebro. Segundo os pesquisadores, apenas uma pequena porção diária pode contribuir para o rejuvenescimento cerebral.

Ao todo, 950 voluntários na terceira idade participaram do estudo e tiveram sua alimentação e atividade cerebral monitoradas entre dois e dez anos. Descobriu-se que aqueles que consumiam mais folhas escuras, como a couve, todos os dias conservavam a saúde mental em até 11 anos em relação a aqueles que não comem esses alimentos. Alguns fatores que podem afetar a saúde mental não influenciaram os resultados, como nível de escolaridade, prática de exercícios ou histórico familiar de demência, mas ainda sim a couve é fundamental para o que os pesquisadores indicam.