5 consequências de 'Vingadores: Ultimato' no novo filme do Homem-Aranha

(Imagem: divulgação Sony)

‘Homem-Aranha: Longe de Casa’, que chega aos cinemas nesta quinta-feira (4) é o primeiro filme do Universo Marvel a estrear depois de ‘Vingadores: Ultimato’. Ou seja, é a primeira produção do estúdio que traz no roteiro elementos de como ficou a vida dos heróis após o embate final com Thanos.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Para quem está curioso sobre os impactos dos acontecimentos na vida de Peter Parker (mais uma vez vivido por Tom Holland), já adiantamos alguns pontos na lista abaixo. Lembrando que nenhum deles tem tanta interferência na experiência de assistir ao longa, já que alguns servem apenas como pano de fundo para a trama, e outros já foram revelados até mesmo no trailer.

Leia também:

Ausência de Tony Stark

Sem seu principal mentor, Parker reluta em assumir o cargo extra-oficial de sucessor direto do Homem de Ferro. O legado de Stark é uma sombra constante em ‘Homem-Aranha: Longe de Casa’ e sua ausência abre um vácuo que será aproveitado até mesmo por quem não tem a melhor das intenções.

Vídeo-tributo

Logo no começo do filme, quando o tradicional logo da Marvel aparece nos créditos, ouvimos a dramática ‘I Will Always Love You’, na voz de Whitney Houston. A seguir fica claro que a trilha sonora faz parte de um vídeo feito por alunos da escola onde Parker estuda, como um tributo aos heróis que se sacrificaram em ‘Vingadores: Ultimato’.

O blip

Toda a viagem no tempo para reverter o estalo do Thanos teve um efeito colateral, chamado de “blip”: quem tinha desparecido, voltou com a mesma idade que estava no momento do ato. Já os outros, envelheceram normalmente nos cinco anos seguintes. Assim, alguns dos colegas de Parker estão já bem mais crescidos, como é o caso de Brad (Remy Hill), que disputa com ele a atenção de MJ (Zendaya).

Jake Gyllenhaal em cena de 'Homem-Aranha: Longe de Casa' (Imagem: divulgação Sony)

Multiverso

Quentin Beck (personagem de Jake Gyllenhaal) aparece contando ter vindo de uma realidade alternativa, aberta acidentalmente quando Thanos estalou os dedos. Pode ser um aceno a uma possibilidade futura de misturar diversas versões de heróis, como feito na animação ‘Homem-Aranha no Universo’, ou apenas um blefe...

Cenas pós-créditos

Se em ‘Vingadores: Ultimato’ foi quebrada a tradição de cenas pós-creditos criada pela Marvel, agora tudo volta ao normal. ‘Homem-Aranha: Longe de Casa’ tem duas delas: uma com o ressurgimento de uma figura importante do universo do herói, e outra com uma piada interna que só quem viu ‘Capitã Marvel’ vai entender por completo.