Zumping, a nova tendência dos relacionamentos na quarentena

Vida e Estilo International
·4 minuto de leitura
As pessoas estão praticando o ‘zumping’ durante a quarentena imposta pelo coronavírus (Getty Images)
As pessoas estão praticando o ‘zumping’ durante a quarentena imposta pelo coronavírus (Getty Images)

A pandemia de coronavírus e o isolamento social resultante, nos levaram a fazer muitas coisas de uma maneira diferente do normal, e isso inclui a forma como nos relacionamos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Embora os especialistas aconselhem que as pessoas continuem paquerando e namorando virtualmente durante a quarentena, isso significa que aqueles que querem terminar uma relação também precisam recorrer às chamadas de vídeo.

Leia também

Como o distanciamento social está fazendo com que os casais não possam se ver pessoalmente durante a quarentena, a tecnologia também está sendo usada para dar um fim aos relacionamentos.

Parece que, em vez de esperar o fim da pandemia para terminar pessoalmente, muitos estão usando o Zoom para “dar o fora” em alguém.

É claro que, assim como muitas tendências do mundo dos relacionamentos, esse novo fenômeno recebeu um nome próprio: zumping.

A quarentena imposta pelo coronavírus está fazendo com que vários relacionamentos terminem pelo Zoom. (Getty Images)
A quarentena imposta pelo coronavírus está fazendo com que vários relacionamentos terminem pelo Zoom. (Getty Images)

Criado pelo The Guardian, que também sugeriu outros nomes como FaceTumped e Housepumped para pessoas que estão sendo abandonadas pelo FaceTime e pelo Houseparty, a tendência se refere basicamente a aqueles que levaram um fora por chamadas de vídeo.

Embora ainda seja uma tendência recente, o zumping ganhou notoriedade após uma escritora ter compartilhado a sua própria experiência de levar um fora pelo Zoom no Twitter.

Em um artigo para o Buzzfeed, ela contou que recebeu um convite do namorado para o Zoom, juntamente com a frase “Precisamos conversar”.

A mulher acabou levando um fora surpreendente e doloroso, e usou o Twitter para perguntar se mais alguém já havia sido dispensado pelo Zoom.

Enquanto isso, o Dictionary.com acrescentou o termo “zumping” a uma coleção de novas gírias associadas ao coronavírus que está sob análise.

“Uma mistura de dump (terminar, dar um fora) e Zoom (serviço de chamadas de vídeo), o zumping ocorre quando você termina com alguém por chamada de vídeo. Pelo menos não é tão ruim quanto receber uma mensagem de texto. (De qualquer forma, dava para fazer melhor),” escreveu o site.

Para aqueles que estão querendo terminar com alguém virtualmente ou que foram “zumped”, Bela Gandhi, fundadora e presidente da Smart Dating Academy, compartilhou alguns conselhos para os telespectadores do Good Morning America.

Para quem precisa terminar um relacionamento pelo Zoom, Ghandi sugere preparar o que você quer dizer com antecedência e dar um espaço para a pessoa após a chamada.

Para os que estiverem recebendo o fora via vídeo, ela sugere analisar os aspectos positivos, como o fato de que um relacionamento que não tinha futuro chegou ao fim, fazer terapia se for difícil superar a separação, e bloquear o ex-parceiro nas redes sociais.

Esse último conselho provavelmente serve para todos que levaram um fora, independentemente de ter ocorrido pessoalmente ou pela Internet.

A quarentena imposta pelo coronavírus deu origem a uma nova tendência no mundo dos relacionamentos: o zumping (Getty Images)
A quarentena imposta pelo coronavírus deu origem a uma nova tendência no mundo dos relacionamentos: o zumping (Getty Images)

O zumping não é o único termo que surgiu recentemente no mundo dos relacionamentos. No começo desse ano, ‘Thunberging’ chegou ao dicionário.

De acordo com o OKCupid, que criou o novo termo, ‘Thunberging’ descreve uma situação em que duas pessoas criam um vínculo por causa do seu amor pelas questões ambientais.

O nome foi em homenagem à ativista ambiental Greta Thunberg, e Thunberging se refere especificamente a pessoas solteiras que se conectam por causa do seu desejo de fazer a diferença para o meio ambiente.

No último verão do hemisfério norte, o Metro alertou sobre um fenômeno conhecido como ‘paperclipping’, que descreve a situação em que você recebe uma mensagem de um crush antigo – que sumiu repentinamente após alguns encontros – meses depois, sem nenhuma explicação.

Depois do período de festas de fim de ano, também no hemisfério norte, precisamos ficar atentos ao ‘snowmanning’, no qual o flerte do clima frio derrete assim que retiramos as decorações de Natal.

O aplicativo Plenty Of Fish também detalhou recentemente algumas das armadilhas românticas às quais devemos ficar atentos este ano.

Elas incluem o ‘Fleabagging’, termo inspirado na personagem icônica de Phoebe Waller-Bridge que descreve aqueles que namoram as pessoas erradas repetidamente.

Marie Claire Dorking