Conheça o garoto de 11 anos que é drag queen e ativista LGBT

Redação Vida e Estilo

A presença LGBT na mídia nos dias atuais faz com que as pessoas se sintam mais livres para se expressarem desde muito cedo. Prova disso é Desi Napoles, conhecido como Desmond is Amazing, que com apenas 11 anos já é uma das drag queens mais conhecidas nos Estados Unidos.

Leia mais: Mãe é rechaçada por permitir que seu filho de nove anos se torne drag queen

Desde os dois anos de idade, Desmond já gostava de se vestir de forma glamourosa, usando roupas e sapatos de sua mãe. Aos seis, ele ganhou seu primeiro vestido, uma fantasia de Elsa do filme Frozen, que o fez querer se vestir assim para não só em casa, mas também fora dela.

A mãe, Wendy, sempre deu total liberdade para que o menino se expressasse e inspirado por RuPaul e outros nomes drag, Desmond se tornou um fenômeno na comunidade LGBT. “Sempre gostei de me vestir e às vezes minha mãe estava assistindo RuPaul’s Drag Race e eu parava o que estivesse fazendo para ver com ela. Eu achei as drag queens tão bonitas e incríveis que disse: ‘eu quero fazer isso!’ Então apenas continuei e é isso que gosto de fazer”, contou ao Metro.

O menino faz questão de defender os direitos da comunidade e é o principal ativista mirim do assunto. Ele chegou a lançar um clube para crianças drag para inspirar outros jovens e promover a prevenção do bullying e suicídio. Desmond também realiza palestras e já discursou para importantes plateias, sempre recebendo ótima resposta.

“As pessoas aplaudem e sorriem quando eu termino. Eu falo em público para discursar e sempre recebo boas reações. Me faz muito feliz inspirar pessoas com minhas palavras”. Quando perguntado sobre os comentários maldosos que recebe online, o menino diz que nem chega a vê-los.

“Minha mãe cuida das redes sociais antes que eu possa ver qualquer comentário ou mensagem de ódio, então geralmente não lido com coisas desse tipo”. Ele pretende continuar seu legado e ampliar ainda mais sua experiência na arte drag.

Leia mais: Escola convida drag queen para ler histórias para crianças no Dia Mundial do Livro – e elas adoram

“Quando eu crescer, quero fazer exatamente o que faço agora. Quero ser uma drag queen, defender os direitos LGBT, um modelo, um autor, um estilista e cantor”. Sua página no Instagram já possui mais de 80 mil seguidores e seu conselho para eles é simples: “seja você, sempre”.