Confira 8 praias de nudismo no Brasil para tomar sol pelado

Foto: Getty Images

Por: Felipe Abílio (@goabilio)

O litoral brasileiro detém o título de 16 º maior do mundo em extensão, são cerca de 7491 km com centenas de praias lindas, e algumas ainda quase inexploradas. Surpreendentemente, temos apenas oito praias abertas oficialmente para a prática da filosofia naturista.

Receba no seu WhatsApp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

O assunto é pauta por aqui desde a década de 40, quando foi popularizado por Dora Vivacqua, uma capixaba que ficou conhecida pelo nome artístico de Luz Del Fuego. Dançarina, escritora e feminista, ela foi uma das primeiras pessoas a implantar o naturismo no Brasil. Em 1951, ela fundou o primeiro clube naturista da América Latina, em um arquipélago particular na costa do Rio de Janeiro, batizado de Ilha do Sol.

Arquivo Pessoal

Sempre erroneamente relacionado à sexualidade, o tema parece causar certo desconforto nos mais conservadores. Em entrevista ao Yahoo, Pedro Ribeiro, presidente da Federação Brasileira de Naturismo (FBrN), explica o maior desafio para os adeptos nos dias atuais.

“Existe menos tabu em relação a sexo do que a nudez em si. Perceba, na televisão quando alguém aparece nu, todo mundo comenta, mas cenas de sexo já viraram cotidianas. Este é o grande desafio do naturismo, separar o sexo da nudez.”

A nudez é uma coisa pura, natural, o sexo também, mas deve ser praticado com restrições. Mais intimamente

Pedro contou que o número de associados a Federação é baixo, cerca de mil pessoas, mas a estimativa é que exista de 10 a 15 mil praticantes frequentes do naturismo. “Obtemos esse valor de acordo com o número de pessoas que interagem sobre o assunto online e aqueles que frequentam e não se registram.”

Um dos locais de nudismo mais famosos do Brasil, a praia de Tambaba, na Paraíba, recebe todos os anos cerca de três mil adeptos da filosofia para um festival de música de quatro dias. A ideia partiu do empresário Eduardo Oide, dono da MDM Naturs, uma agência especializada em roteiros naturistas.

Arquivo Pessoal

“O Tambaba Fest já existe há 14 anos e a gente recebe muita gente de todo lugar. Alguns vão para conhecer e não voltam, outros viram adeptos. Na última edição, que aconteceu em outubro, percebi o aumento na qualidade dos clientes, e no entendimento sobre o tema. O naturismo é um estilo de vida que não tem nada a ver com a sexualidade.”

Mesmo que você seja um pouco tímido, viver uma experiência naturista pode ser uma forma de se conectar com você mesmo e a natureza. Para inspirar os curiosos e adeptos, separamos uma listinha com as oito praias de nudismo mais bombadas do Brasil. Confira:

Tambaba, em Conde (PB)

Amanda Serra/Yahoo

Considerada por muitos frequentadores como uma praia de beleza única, a Tambaba, em João Pessoa, é uma das mais famosas praias de nudismo no Brasil. Com o sobe e desce da maré, piscinas naturais acabam se formando, um convite quase indispensável. A paisagem ainda é formada por falésias e muito verde. A praia é dividida em duas partes: de um lado as pessoas podem continuar vestidas, mas depois de uma passarela e do posto de fiscalização, é obrigatório que todas se dispam – sim, precisa tirar tudo. Homens desacompanhados não entram.

Barra Seca, em Linhares (ES)

A praia é um pouco distante da capital, Vitória, cerca de 142 quilômetros, mas quem chega lá se encanta. Com uma grande faixa de areia, ela se estende por 200 metros. A área para nudismo fica entre o rio e o mar. Para chegar, é necessário pagar um barqueiro local. A praia é um pouco agitada, então é bom ter atenção na hora de se refrescar. Existe uma pequena estrutura com camping, banheiros e chuveiros, mas é ideal levar algo para comer e bastante água.

Massarandupió, em Entre Rios (BA)

Areia e águas bem limpas são a marca registrada desse paraíso. Escondido nas dunas a 65 quilômetros do município de Entre Rios, a praia te proporciona uma conexão incrível com a natureza. Para chegar, é preciso encarar uma trilha de 20 minutos, mas a paisagem paga o preço. O local em algumas barracas e bares para alimentação e precisa ter atenção para entrar no mar, já que as ondas são fortes.

Pinho, em Balneário Camboriú (SC)

Considerada um dos primeiros redutos naturistas do Brasil, a praia está a cerca de 15 quilômetros no centro. Com mar limpo e areia fina, o local tem estrutura com bares, pousadas, camping e até estacionamento. Durante o verão, o aumento no fluxo de turistas e a facilidade de acesso ao local, faz com que curiosos corram até lá para dar uma espiadinha, o que pode tirar a liberdade de quem entende e segue a filosofia. Fique atento. Uma área com mata mais densa é o lugar onde os frequentadores se sentem menos vigiados. Fora da alta temporada, a experiência é mais tranquila e confortável.

Abricó, no Rio de Janeiro (RJ)

Típico paraíso fluminense, com águas esverdeadas e areia branquinha, Abricó é uma boa opção para quem quer sentir a sensação de passar um dia sem nada no corpo. Um pouco afastada da área turística carioca, próximo a prainha de Grumari e cerca de 40 quilômetros de Copacabana, na Zona Oeste, o local tem pouca estrutura de comércio, é bom levar um lanchinho. Por ser também próxima de uma capital, no verão a praia recebe turistas sem conhecimento e que desrespeitam as regras da prática, mas fora dos dias de feriado, o local é tranquilo.

Pedras Altas, em Palhoça (SC)

Pequeno paraíso com mar paradisíaco parecido com uma piscina. A praia está localizada a cerca de 43 quilômetros de Florianópolis, entrada fica na Enseada de Brito, na saída BR-101. O resto do trajeto é feito por trilha e requer atenção com as pedras escorregadinhas na encosta. O local conta com uma pequena pousadinha.

Galheta, em Florianópolis (SC)

Conhecida como uma das praias mais bonitas de Florianópolis, aqui o nudismo é opção e você pode aproveitar as águas calmas e claras como quiser. O acesso é feito pelo no fim da praia Mole, onde tem uma trilha de 300 com uma vista incrível do mar. O local tem um quiosque que vende comidas e bebidas, mas fora da temporada é aconselhável levar um lanchinho.

Olho de Boi, em Búzios (RJ)

No meio de uma montanha coberta por cactos, arbustos e pequenas flores, essa praia te presenteia com a cor azul do mar e areia branca, típicos da região dos lagos no Rio de Janeiro. Com apenas 50 metros de extensão, ela tem mar calmo e ótimo para dar um mergulho. Existe uma barraca que vende comidas e bebidas, mas melhor se precaver levando lanche. Para chegar lá é preciso entrar em uma trilha que parte da praia Brava de Cabo Frio.

Fique de olho nas regras!

A filosofia do naturismo prega o estilo de vida mais natural, que nada tem a ver com a sexualidade. Em todos os locais oficiais para a prática do naturismo ou nudismo, placas estão instaladas na entrada com as regras de uso claras.

Comportamentos obscenos em áreas destinadas a prática não são tolerados. É importante também evitar fotografar ou filmar outros frequentadores sem autorização, é falta de respeito e bom senso.

Em algumas praias, homens são proibidos de entrar sozinhos, então, se atente às regras. Nas praias com obrigatoriedade de tirar a roupa, apenas mulheres em período menstrual são liberadas para fazer topless.