Companhia das Letras deixa de publicar obra de Carlos Drummond de Andrade

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de dez anos, a editora Companhia das Letras anunciou nesta quarta (25) que vai deixar de editar a obra de Carlos Drummond de Andrade.

A editora informa que não viu possibilidade de aceitar os termos de renovação do contrato, sem dar detalhes. Os livros ainda ficarão disponíveis por seis meses.

A biografia do poeta de Itabira, que está sendo escrita pelo jornalista Humberto Werneck, tem sua publicação mantida na editora para o ano que vem.

Entre poesia, crônica, diários, antologias e livros infantis, a Companhia das Letras publicou 54 títulos de um dos maiores autores da língua portuguesa.

"Fomos pautados pelo profundo respeito, pelo entusiasmo e pela absoluta admiração, cientes da responsabilidade e da alegria de publicar um dos nossos maiores poetas", disse a editora.

Antes da Companhia das Letras, a obra de Drummond era editada pela Record. Alguns volumes da obra do poeta também saíram pela extinta editora Cosac & Naify.

Em 2012, Drummond foi o autor homenageado da Flip.

Pedro Drummond, neto do poeta, afirmou que o contrato para a publicação da obra pela Companhia das Letras tinha validade de dez anos e expirou. Também agradeceu pelo trabalho da editora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos