Como usar o cartão de crédito corretamente?

Handing over credit card
O cartão de crédito deve ser o aliado do cliente (Getty Images)

O cartão de crédito pode ser um vilão que te ajuda a fazer dívidas enormes todos os meses, caso você não o use com cautela. Afinal são mais de 170% de juros anuais em caso de parcelamentos. Mas, se você souber utilizá-lo corretamente, o cartão de crédito também pode ser uma ferramenta interessante para organizar o seu orçamento. Bem usado, ele pode ajudar a baratear viagens por conta do acúmulo de pontos, que permitem adquirir milhas de companhias aéreas.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

Compre à vista sempre que puder

A primeira regra que você deve ter em mente é: compras, no geral, devem ser feitas no débito. Se você não tem o dinheiro daquele produto ou serviço, o mais interessante é juntar o valor total para, então, comprar. Mas isso não faz parte da cultura do brasileiro médio e, por isso, se endividar acaba sendo comum por aqui.

Em 2019, por exemplo, o total de inadimplentes chegou aos 63 milhões em março (mais de 40% da população adulta no país), segundo dados da Serasa Experian. Então fique de olho e aprenda a se organizar.

Leia também

O cartão de crédito pode ser um facilitador

A ideia é que você tenha a sua rotina e gastos mensais planejada, de forma a não gastar mais do que recebe. Se você já tem o dinheiro contato todo mês para alguma área da sua vida, o cartão de crédito acaba entrando como um facilitador de compras pelas quais você não poderá arcar naquele mês.

Quando pode ser uma boa usar o cartão de crédito?

Em um cenário ideal, com controle de gastos e planejamento, o cartão de crédito permite adquirir coisas de maior valor, por exemplo uma geladeira. A questão é: não adianta comprar se você não terá como pagar as parcelas posteriormente. Esse gasto, mesmo que parcelado, deve estar previsto no orçamento dos meses seguintes.

Não se iluda com o limite

Cada instituição financeira libera um teto para gastos, de acordo com o perfil e ganhos do dono do cartão. Em muitas situações, esse limite é muito acima do salário – e é aí que mora o perigo. Se você usar o limite do cartão como se o dinheiro fosse seu , as chances de endividamento são altas.

Não caia nessa de usar o limite do cartão de crédito: estabeleça seus próprios limites, colocando tetos para gastos mensais para mercado, transporte e lazer. Assim, mesmo que você passar uma compra no cartão por algum motivo, sabe que aquele valor já está previsto no orçamento.

Viagem de graça

Se você está com tudo organizado, passar o cartão para conseguir milhas em programas de viagens pode ser interessante. Isso também acontece com programas de pontos de compras feitas no débito. Então, aí está mais um motivo para pagar à vista. Os programas de pontos geralmente deixam você trocar pontos por produtos ou comprá-los com desconto.

Não use o cartão para saques

Outro recurso que é bom evitar é o de saques com cartão de crédito. Isso porque a taxa cobrada pelo serviço costuma ser alta. Só use em caso de extrema necessidade, quando realmente houver uma emergência e quando não há outra forma de contornar a situação.

O mesmo vale para pagamentos mínimos: jamais faça isso. Pague sempre a fatura por completo ou, se não tem dinheiro, o melhor é simplesmente não usar o cartão – o juros cobrado em caso de parcelamento é de mais 170% ano ano e você pode gerar uma dívida impagável.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos