Como reaquecer os alimentos mantendo seu sabor e textura originais

Há alimentos que são deliciosos quando acabam de ser preparados, mas que depois de um tempo perdem grande parte do seu sabor e textura. Afinal, quem gosta de comer batatas fritas murchas? Ou de tomar uma sopa fria?

Muitas vezes cozinhamos muita comida e não conseguimos comer tudo. A solução é deixar o que sobrou para o dia seguinte. Quando ele chega, infelizmente nos deparamos com alimentos num estado que deixa muito a desejar. Mas não se preocupe: aqui ensinamos como é possível “ressuscitar” alguns alimentos que ficam ruins se consumidos depois de algumas horas. Confira diversos truques úteis a seguir.

(Foto: Pixabay)

Pizza. Um clássico do dia seguinte. O último pedaço que fica na caixa de papelão é o café da manhã perfeito, mas se queremos aquecê-lo e evitar que fique mole e sem graça, há um pequeno truque: coloque o pedaço no micro-ondas, mas salpique-o com um pouco de água usando as pontas dos dedos. Desta maneira iremos manter a umidade no interior do micro-ondas e a pizza não se ressecará. Outra opção: aquecê-la em fogo baixo na frigideira.

(Foto: Pixabay)

Batata frita. Embora esta pareça uma missão impossível, há um método que funciona. Coloque um pouco de azeite de oliva numa frigideira de ferro fundido e espalhe as batatas fritas por toda a superfície. Basta esperar dois ou três minutos, virando-as de vez em quando para que se aqueçam por completo. Além disso, podemos modificar um pouco a receita original e adicionar mais sabor, acrescentando alho em pó ou especiarias.

(Foto: Pixabay)

Churros. Outra fritura cujo melhor momento está no passado. Os churros costumam passar de firmes e crocantes a moles e oleosos: um verdadeiro drama. Se queremos que eles voltem ao seu estado inicial, prontos para serem mergulhados em chocolate quente, é preciso usar a torradeira. Devemos introduzi-los como se fossem fatias de pão; assim iremos ressuscitá-los e eles terão uma segunda juventude, como num passe de mágica.

(Foto: Pixabay)

Pipoca. O problema de fazer pipoca é que quase sempre acabam sobrando algumas. Há um truque para as remanescentes que ficam frias e sobrevivem após o final do filme. É preciso ligar o forno em temperatura baixa (cerca de 100 graus), espalhar as pipocas numa folha de papel manteiga e deixá-las ali, no calor, durante cinco minutos. Vá checando como estão, deixando-as mais ou menos tempo, até que fiquem quentes e crocantes.

(Foto: Public Domain Pictures)

Paella. Outro prato que os puristas afirmam que nunca deve ser reaquecido. Sabemos que a porção aquecida no micro-ondas ficará quentinha novamente, mas estará bem mais seca que a original. Por isso, a opção mais recomendada para dar uma segunda chance à paella é utilizar uma frigideira com uma colher de sopa de azeite e aquecer a comida em fogo baixo, e não por muito tempo. Pode ser até que consigamos um efeito ‘socarrat’, quando o arroz fica um pouco queimado, mas delicioso.

Javier Sánchez
Yahoo Vida y Estilo