Como lidar com o inchaço durante o Natal

Photo credit: Getty

Vamos admitir: o Natal não Natal se você não terminar o dia jogado no sofá, depois de ter colocado o pijama porque não aguenta mais o seu jeans apertando a barriga.

E isso geralmente é causado por um inchaço (que, por sua vez, se deve às 377.292 batatas assadas que você comeu). Essa situação pode ser muito desconfortável, especialmente se você quiser estar bem vestido, bem arrumado, em vez de usar uma roupa larga, se preparando de antemão para a inevitável expansão do seu estômago.

Crédito da foto: Giphy

Para descobrir por que ficamos tão inchados durante o período festivo – e, mais importante, para prevenir o problema – falamos com a Dra. Naila Arebi, Consultora Gastroenterologista do St Mark’’s Hospital.

Por que inchamos durante o período de Natal?

“A causa mais comum do inchaço é a excessiva indulgência”, disse a Dra. Naila, enquanto eu começava a rever na memória a caixa de bombons que devorei em um único dia no ano passado. Isso é particularmente comum nesta época do ano, pois os alimentos que frequentemente consumimos são ricos em gordura e açúcar.

“O excesso de gordura diminui a mobilidade intestinal”, explica a especialista. “A incompatibilidade com a água torna as gorduras resistentes ao processo digestivo, e sua chegada ao estômago desencadeia respostas fisiológicas que retardam o esvaziamento gástrico”.

Além disso, o consumo de açúcar não ajuda. “Adicionalmente, os açúcares em excesso, fermentam no intestino. Não é diferente do processo de fermentação do champanhe, no qual açúcares são adicionados ao suco de uva para formar bolhas. A função intestinal lenta, somada ao excesso de fermentação, contribuem para o inchaço”, disse a Dra. Naila. E realmente faz todo o sentido; nós ficamos parecidos com uma grande garrafa de refrigerante.

Como podemos evitar o inchaço durante o Natal?

Infelizmente, não há muitas formas de evitá-lo, a menos que você queira manter a #alimentaçãosaudável, estrita, que você tem no resto do ano, e todos sabemos o quanto isso pode ser difícil com tanta comida deliciosa para escolher. Mas a médica tem alguns conselhos a oferecer: “Eu recomendaria limitar a uma sobremesa a cada refeição. Além disso, tente optar por pratos principais com menor teor de gordura, como, por exemplo, peixe ou peru em vez de cordeiro, boi ou porco”. Anotado.

Crédito da foto: Warner Bros.

Que alimentos de Natal provocam inchaço?

“Se você sofre da Síndrome do Cólon Irritável (SCI), certos alimentos podem desencadear alguns sintomas, portanto recomendamos evita-los e/ou limitá-los durante o Natal”, aconselha a Dra. Naila.

E para aqueles que não têm SCI, mas, ainda assim, ficam inchados? “Para os outros, a principal razão pela qual inchamos durante o período festivo é o excesso de comida e bebida, particularmente se nosso corpo não estiver acostumado à esse tipo de dieta. Como mencionado, os alimentos que contêm muitos açúcares e gorduras podem provocar inchaços. Um assado contém muita gordura, e é também uma refeição pesada, de forma que muitos se sentem extremamente inchados após a ceia de Natal. Uma boa ideia seria colocar menos calda no seu pudim e usar o bom senso com os chocolates!”

Que dicas e truques existem para prevenir o inchaço quando, mesmo assim, queremos devorar tudo?

“Eu recomendaria evitar comer um grande volume de comida de uma única vez, pois podemos ficar desconfortavelmente cheios e inchados”. O jeito é comer pouco, mas várias vezes, o que também atende às necessidades, pois significa que posso comer o dia todo, certo?

Crédito da foto: Giphy

“Além disso, você pode usar antiácidos para minimizar a azia”, sugere a especialista. “Os antiácidos são medicamentos que neutralizam o ácido no estômago para aliviar a indigestão e azia. Depois de uma refeição pesada, tente seguir com um dia mais leve, com vegetais cozidos no vapor e bastante líquido. Trate como um “dia de desintoxicação” após os excessos.” Mas vamos ser realistas: provavelmente precisaremos de um mês inteiro de desintoxicação.

Se já estivermos com inchaço, como podemos aliviá-lo ou fazê-lo passar mais rápido?

“Uma compressa de água quente alivia o desconforto”, disse a Dra. Naila. Pode ser uma boa ideia uma compressa quente enquanto uso o meu pijama de Natal. “O calor e peso da compressa ajudarão a eliminação do gás pelo organismo, diminuindo a pressão”, explica ela.

“Gás preso contribui para o inchaço, e exercício cardiovascular, como alternativa, ajuda a mover esse gás. Portanto, sugira uma caminhada em família, pois isso, na verdade, pode ajudar a aliviar o seu desconforto”. E quem não gosta de um passeio de Natal?

Outro conselho da Dra Naila é “substituir a bebida na noite de Natal por chá de hortelã, pois ele pode ser muito benéfico para o seu sistema digestivo. A hortelã possui propriedades relaxantes e antiespasmódicas, ajudando a reduzir o inchaço, ao incentivar a liberação de gás”.

E numa nota um pouco mais séria, a Dra. Naila diz:

“É importante notar que, se o inchaço não diminuir, pode ser sinal de uma condição mais grave, como uma doença inflamatória intestinal ou câncer de intestino. Portanto, procure ajuda se os problemas persistirem após o período de Natal, principalmente se houver sangue em suas fezes e você apresentar perda de peso”.

Feliz Natal, e feliz comilança, sem inchaços!

Catriona Harvey-Jenner

Cosmo