Como investir em Bitcoin? Saiba lucrar com a criptomoeda

Felipe Blumen
·2 minuto de leitura
Como investir em Bitcoin? Saiba lucrar com a criptomoeda
É possível ter sucesso, mas o Bitcoin não é muito diferente de outras modalidades de investimento: pode ser bom, desde que se saiba como investir certo.(Foto: Thomas Trutschel/Photothek via Getty Images)

Quem presta atenção às flutuações do mercado sabe que o Bitcoin está sempre em destaque, seja por suas altas, seja pelas quedas em seu valor. A volatilidade faz com que muita gente (que entende) lucre com ele. É possível ter sucesso, mas o Bitcoin não é muito diferente de outras modalidades de investimento: pode ser bom, desde que se saiba como investir certo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O que é Bitcoin

O Bitcoin é uma criptomoeda. Ou seja, uma moeda digital descentralizada e que não depende de bancos, grandes corporações ou governos para funcionar. É um tipo de dinheiro livre que você compra e tem para si sem estar pendente de ninguém. E isso é garantido por uma rede extremamente segura que mantém constantemente os Bitcoins em funcionamento, chamada Blockchain.

Leia também

Como comprar Bitcoins

É possível comprar um Bitcoin de duas formas: diretamente, comprando de uma corretora de criptomoedas ou de outra pessoa que tenha Bitcoin em uma transação semelhante a uma transferência bancária, só que verificada pela rede; e indiretamente, por meio de uma gestora profissional.

No Brasil, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão que regula o mercado, não considera o bitcoin um ativo. Mesmo assim por aqui há instituições como Foxbit, Mercado Bitcoin e Bitcointoyou que trabalham como bancos e permitem a compra.

Uma vez comprado, o Bitcoin deve ser armazenado em uma carteira. Ela pode ser física, como um hardware de armazenamento de dados (o famoso HD) ou digital e instalada em seus dispositivos móveis ou desktop. Há boas opções para ambas.

Investindo em Bitcoins

Como outros investimentos do tipo, o Bitcoin gera lucros a quem o vende por um valor maior do que o comprado. As dicas, portanto, não serão muito diferentes.

Primeiro, é preciso conhecer o mercado. Com mais de uma década de vida, o mercado das criptomoedas já formou uma boa quantidade de especialistas. Siga portais e gente que fala do assunto para se familiarizar. Mas atenção, quem prometer enriquecimento rápido ou fórmulas mágicas para ficar rico rapidamente está mentindo e vai te aplicar um golpe.

Depois, escolha a corretora certa (linkar: “Qual a melhor corretora de investimentos? Saiba como escolher”). Quem não entende muito bem o funcionamento da venda direta, deve realizar suas primeiras compras em uma corretora de Bitcoin. O segredo, como a concorrência é alta, é escolher uma empresa confiável baseado em tempo de mercado, transparência e reputação.

Vale lembrar, só deixe seu dinheiro em corretoras se a ideia for realizar operações de compra e venda a curto e médio prazo. Caso contrário, garanta sua carteira para guardar criptomoedas.