Como Giovana Cordeiro ganhou papeis marcantes na TV e no cinema

*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL, 17.05.18E 19h30 Giovana Cordeiro (atriz). Estreia do espetaculo
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL, 17.05.18E 19h30 Giovana Cordeiro (atriz). Estreia do espetaculo

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - No ar como a antagonista Xaviera, da novela "Mar do Sertão", Giovana Cordeiro anda ansiosa, mas naquela ansiedade boa, para a estreia de "O Meu Sangue Ferve por Você". Prevista para ser lançada no início de 2023, a cinebiografia de Sidney Magal já foi toda filmada e aborda a trajetória do cantor sob o enfoque da história de seu amor à primeira vista por Magali West, com quem é casado há 42 anos.

É Giovana, olha a responsabilidade, quem interpreta Magali. Elas se conheceram pessoalmente, trocaram ideias, e a atriz percebeu que sim, havia uma conexão entre as duas. "Busquei a minha intuição e, muitas vezes, achei que estava sendo dramática demais, muito intensa. Quando estive com ela, vi que estava certa. Somos bem parecidas. Foi incrível o nosso encontro, a nossa sintonia", diz.

Uma curiosidade sobre o filme, dirigido por Paulo Machline: quando Magal topou a ideia das produtoras Diane Maia e Joana Mariani de contar sua história de amor, fez apenas um pedido: que a atriz selecionada para o papel de Magali fosse tão bonita quanto a verdadeira. "Ela é lindíssima, sempre foi", derreteu-se o cantor em recente entrevista à Folha de S.Paulo.

Giovana também faz parte do elenco de "Pantanal". Na primeira fase da trama, ela interpretou Generosa, mãe de José Lucas, o primogênito de José Leôncio. O papel foi conquistado em um "teste neutro", como são chamadas as seleções para personagens que ainda não foram 100% definidos. Tudo depende do perfil e da atuação do candidato. "Fui lá, fiz e fiquei com a Generosa", conta, orgulhosa.

Apesar de aparecer em poucos capítulos, Giovana tem certeza que a força de sua interpretação em "Pantanal" abriu caminho para a vingativa vilã Xaviera, a amante de Tertulinho (Renato Góes). Ele a abandona ao se apaixonar pela mocinha Candoca (Isadora Cruz), um clássico dos folhetins.

A atriz conta um pouco do que vem por aí na segunda fase de "Mar do Sertão", uma passagem de tempo de dez anos. "Ela volta tentando mudar de vida, mas com a mesma ambição e arquitetando algumas situações, que não dão certo. O engraçado é que o público torce por ela, e estou adorando isso".