Como é possível investir em imóveis sem ter que comprar um

Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs) são uma opção no mercado financeiro (Getty Images)

O mercado imobiliário sempre foi muito popular entre os brasileiros. Seja pelo histórico positivo ou pela segurança, essa ainda costuma ser uma das primeiras opções quando o brasileiro pensa em investimento para formação de patrimônio. Acontece que esse é um tipo de ativo que exige uma imobilização de capital muito grande. Pare para pensar. Se você quiser comprar um apartamento para alugar em qualquer capital brasileira é muito provável que precise fazer aportes superiores a 200 mil reais. Apesar das oportunidades de valorização serem atrativas, nem sempre é viável. Mas existem alternativas.

Você sabia, por exemplo, que é possível investir em imóveis com valores bem inferiores, seja com 100 reais, por exemplo? E que, além disso, pode aproveitar das vantagens do mercado imobiliário sem preocupação com a administração da propriedade e gestão de inquilinos? Esse tipo de situação é possível com os Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs).

Fundo Imobiliário nada mais é que um grupo de pessoas que se unem para investir em ativos imobiliários. Ou seja, empreendimentos, shoppings, condomínios logísticos, entre outros. Esse fundo é o responsável pela compra e aluguel desses ativos.

Os fundos são divididos em cotas, o que permite ao investidor comprar apenas uma parcela dos empreendimentos. A partir daí, o cotista receberá proporcionalmente o valor dos rendimentos dos aluguéis dos imóveis detidos pelo FII. É como se você conseguisse rendimentos sem precisar adquirir os imóveis em si.

Veja mais

Em tempos de taxa de juros em níveis historicamente baixos (4,25% após a reunião do Copom da última quarta-feira, 5), o investidor precisou se movimentar em busca de melhores rentabilidades na renda variável. Para quem busca uma opção para começar a jornada nesse universo de investimentos, os Fundos Imobiliários são uma ótima saída. Além de ser acessível e rentável, os FIIs têm outras vantagens em relação à compra de um imóvel:

1- Diversificação: Comprando uma única cota de um fundo imobiliário você pode ter “fatias” de investimentos em diversos lugares do Brasil, o que seria impossível comprando um imóvel pelo método tradicional. Não tem como ter uma parte de um empreendimento ou apenas um cômodo de um apartamento, por exemplo. Além disso, por meio dos FIIs, você pode ter acesso facilitado a empreendimentos comerciais, que geralmente geram muito mais renda.

2- Economia: Apesar dos imóveis também possibilitarem o pagamento de rendimentos mensais provenientes dos aluguéis, com os FIIs você ainda tem a vantagem da isenção do Imposto de Renda na maioria dos fundos. Além disso, grande parte das corretoras não faz cobrança de taxa de corretagem, diferentemente das transações convencionais de imóveis que requerem impostos e pagamento de advogados, além de outras tarifas.

3- Liquidez: Já pensou o trabalho e a burocracia caso precise de dinheiro e decida vender um imóvel por qualquer motivo? Os fundos imobiliários oferecem muito mais liquidez, ou seja, é muito mais fácil vendê-los e converter o investimento em dinheiro.

Não estou dizendo que a compra de imóveis não é uma opção de investimento a ser levada em conta. Quem compra um imóvel possui um bem físico que pode ser usufruído e deixado para seus herdeiros. Investir, no entanto, também é uma questão de escolha. Meu ponto aqui é trazer conhecimento sobre as opções disponíveis e como você pode investir melhor para garantir sua independência financeira. Avaliando os riscos e de olho no longo prazo, os FIIs podem ser uma ótima opção para sua entrada no mercado de capitais.