Como aprender a dizer ‘não’ e recusar convites de amigos, sem culpa

Vida e Estilo International

Às vezes, quando você concorda em sair com um amigo, já está pensando em que desculpa usará para desmarcar os planos, quando a hora chegar. No momento do convite, você não quer decepcionar seu amigo ao dizer “não”, então adia a negativa até o último minuto. Mas por que, afinal, é tão difícil recusar um convite?

Muitas vezes evitamos dizer “não” aos nossos amigos simplesmente porque queremos agradá-los. É o que afirma Jennifer Rollin, psicoterapeuta de Rockville, Maryland, nos Estados Unidos. “Desejamos pertencer a um grupo e não desapontar os outros, então muitas vezes as pessoas têm dificuldade para dizer ‘não’ devido a um sentimento de culpa ou obrigação,” explica ela. Embora esta estratégia possa deixar seu amigo temporariamente feliz – e fazer com que você se sinta menos culpado – ela costuma levar a mais estresse e ressentimento em seu relacionamento.

“Quando você concorda com uma quantidade exagerada de programas, há uma boa chance de que fique sobrecarregado, o que lhe deixar esgotado,” diz Rollin. No fim das contas, este não é o efeito que o contato com seus amigos deve causar em você. Você pode começar a ficar incomodado com seu amigo por sempre “forçá-lo” a sair. Ou, no mínimo, não será tão participativo ou divertido durante os encontros, de acordo com Rollin.

Como podemos recusar os convites feitos por amigos de forma mais assertiva? Primeiro, lembre-se de que é normal se sentir culpado ao dizer ‘não’, segundo Rollin. Depois, lembre-se de que isso pode beneficiar suas amizades – e o relacionamento que você tem consigo mesmo. “O autocuidado é muito importante, e não podemos ser bons amigos para os outros se não cuidarmos primeiro de nós mesmos,” diz ela.

Seja honesto com seu amigo e diga que você simplesmente não está com vontade de sair, para que ele entenda seus motivos. Além disso, pense no que você diria a outra pessoa que estivesse na mesma situação. “Eu duvido que você diria que alguém é uma ‘má pessoa’ por recusar um convite para sair com um amigo,” diz Rollin. Ela explica também que muitas vezes somos mais duros conosco do que com os outros, por isso é importante ter compaixão por si mesmo.

Finalmente, lembre-se de que surgirão outras oportunidades de sair com seu amigo, quando você não estiver se sentindo cansado ou exausto. Vale a pena encontrar um tempo para se divertir com ele (ou até conversar pelo telefone) quando você quiser, em vez de dizer um ‘sim’, sem vontade, só para ser simpático. Planeje seu final de semana de acordo com esta nova abordagem e todos vão sair ganhando.

Cory Stieg

Refinery 29 UK