Comercial de Doritos domina anúncios do Super Bowl em ano de rejeição a propaganda política

Por Sheila Dang

Por Sheila Dang

(Reuters) - Um comercial do Doritos com a música "Old Town Road" e um anúncio emotivo do Google foram os que mais agradaram os espectadores durante a 54ª edição do Super Bowl no domingo, e os anúncios das campanhas presidenciais ficaram entre os mais rejeitados, de acordo com duas pesquisas de opinião.

Enquanto o Kansas City Chiefs derrotava o San Francisco 49ers no jogo disputado em Miami, comerciais com grandes estrelas e políticos competiram pela atenção nos intervalos do maior evento de propaganda do ano nos Estados Unidos.

Uma presença inédita da política no Super Bowl ameaçava ofuscar os anunciantes, mas os espectadores rejeitaram os comerciais políticos nas pesquisas.

O presidente dos EUA, Donald Trump, veiculou um anúncio de campanha durante o primeiro quarto do jogo para divulgar sua reforma do sistema de Justiça criminal que contou com Alice Johnson, libertada da prisão depois de receber clemência. O anúncio ficou em último entre o total de 62 comerciais, segundo o USA Today Ad Meter, que consulta os espectadores durante a partida.

O candidato Michael Bloomberg, que disputa a indicação do partido democrata, não se saiu muito melhor, ficando com a 60a posição no ranking do Ad Meter.