Comer rápido nos faz engordar mais, diz estudo

Divulgação/Open Road Films

Se você é daqueles que gostam de terminar as refeições o mais rápido possível, cuidado! De acordo com pesquisas recentes, comer depressa faz aumentar as chances de obesidade, risco de doenças do coração, diabetes e derrame.

Leia mais: Cientistas descobrem um novo tipo de alimento além da proteína, gordura e carboidrato

Isso porque comer rápido pode causar oscilações no açúcar no sangue, o que pode resultar em resistência à insulina. De acordo com estudos apresentados na American Heart Association’s Scientific Sessions, comer mais devagar é a chave para manter a saúde e o corpo sob controle.

Aproveitar o tempo da refeição e mastigar lentamente os alimentos permite que o cérebro receba sinais de saciação, o que nos faz parar de comer. “Comer mais devagar pode ser uma mudança de estilo de vida crucial para ajudar a prevenir a síndrome metabólica”, disse Takayuki Yamaji, autor de estudo e cardiologista da Universidade de Hiroshima, no Japão.

Leia mais: Chefs e garçons revelam quais pratos nunca devemos pedir em restaurantes

A síndrome metabólica é uma combinação de distúrbios que aumentam as chances de doenças cardíacas, diabetes e derrame e ocorre quando o indivíduo possui possui três dos fatores considerados de risco, entre eles obesidade, alto nível de açúcar no sangue, hipertensão arterial, triglicerídeos altos e colesterol HDL baixo. A velocidade das refeições podem influenciar diretamente esses resultados, por isso a importância de prestarmos atenção para n]ao comermos rápido demais.